9 de maio de 2013

Quando eu era criança

Fonte: Rabiscos sem Fotos
Quando criança aprendi que os pais deveriam proteger e educar seus filhos, os mais jovens deveriam respeitar os mais velhos e todos deveriam respeitar uns aos outros. Aprendi que se precisasse de ajuda poderia recorrer à polícia, que lugar de criança é na escola, que deveríamos ir à igreja confessar nossos pecados para sermos perdoados. 

Então cresci, e a cada dia que passa vejo histórias e mais histórias que desmentem muito isso tudo. Pais abandonam seus filhos em latas de lixo, abusam sexualmente deles, agridem e chegam ao ponto de matar ou os colocam nas ruas para esmolar ou vender qualquer coisa nos semáforos. De outro lado, filhos não respeitam mais seus pais, agridem e os roubam para sustentar seu vício nas drogas, chegando até mesmo a planejar sua morte para receberem sua herança. 

Jovens não respeitam mais seus pais e avós, quem dirá então seus professores, vizinhos e até mesmo seus colegas de escola. Não respeitam os idosos em filas ou no transporte público, na verdade não respeitam nem mesmo a si próprio, pois se agridem com as drogas e bebidas alcoólicas, brigam por qualquer motivo e o pior que por qualquer motivo também são mortos. 

Todos os dias vemos na TV histórias sobre uma polícia corrupta e violenta, não generalizo, acredito que a maior parte do efetivo dessa corporação sejam profissionais honestos e dedicados, que colocam sua vida em risco para garantir nossa segurança. Mas ainda assim, existem os casos que me deixam com receio. Não sei quem é o mocinho ou quem não é. 

As escolas se tornaram depósitos de gente, com profissionais esgotados e mal remunerados. Com alunos desmotivados e violentos, que só sabem reagir assim pois em seu mundo só há desmotivação e violência. 

No campo religioso, há casos de pedofilia, de chantagem, de extorsão financeira e corrupção. Mais uma vez não generalizo, pois em todos os templos há pessoas de fé verdadeira, que lutam pelo bem de todos. Queria poder voltar a enxergar o mundo com os olhos da infância, mas a realidade não deixa!


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes