27 de fevereiro de 2014

Purê de Cenoura

 

Que tal mudar o tão tradicional purê de batatas por cenouras? Garanto que você se surpreenderá e, com certeza, repetirá essa receitinha diversas vezes. Topa o desafio?
 
 
Ingredientes:
4 cenouras grandes
1 colher (sopa) de requeijão zero gordura / light
1/2 xícara (chá) de leite desnatado aquecido
sal, pimenta e orégano a gosto

Modo de Preparo:
Cozinhe as cenouras até ficarem bem macias. Após, corte-as em pedaços grandes e coloque no liquidificador junto com os temperos, o requeijão e o leite (este deverá ser acrescentado aos poucos até adquirir a consistência desejada).
Pulse até ficar cremoso e homogêneo. Retorne o purê para a panela e aqueça.
Sirva em seguida. Bom Apetite!
  
25 de fevereiro de 2014

Suco de Maracujá, Carambola, Mel, Gengibre e Couve


Quem me acompanha no O Diário Falante de uma Gordinha sabe que sou apaixonada por sucos naturais. Na realidade, acredito que eles me ajudaram demais no emagrecimento de 27kg. É claro que isso só foi possível também através do casamento de "Reeducação Alimentar" e "Atividade Física". Deixando todo esse blá blá blá de lado, compartilho um dos sucos que mais adoro, Lembrando que, para quem tem problema renal, deve-se evitar (ou melhor, é proibido) o consumo da carambola (dica da Nutricionista Juliana Troiano).
 

Ingredientes:
2 maracujás médios (polpa)
1 carambola picada
2 copos de água bem gelada
2 folhas grandes de couve
1 rodela pequena de gengibre
mel a gosto
 
 
Modo de Preparo:

No liquidificador, coloque as polpas de maracujá com metade da água. Bata bem até triturar as sementes. Se você preferir, coe nesse momento.

Acrescente o restante dos ingredientes, bata por mais 1 minuto e sirva em seguida
 
Bom Apetite!
 

24 de fevereiro de 2014

Segunda Saudável: Chá de Bugre

Fonte: Benefícios Naturais
O chá de bugre, muito conhecido também como chá de porangaba, é um aliado forte na luta contra o excesso de peso, pois além de ser diurético é também inibidor de apetite. Ajudando você a dar um basta nos lanchinhos fora de hora. Mas por funcionar também como estimulante é preciso ter cuidado na hora de consumir e não abusar da quantidade.
 
O que é o bugre?
 
Cafezinho-do-mato, Porangaba, Chá de Frade, Claraiba, etc. São muitos os nomes pelos quais o chá de bugre é conhecido. A árvore, de nome científico Cordia Salicifolia, é originária do Brasil e pode chegar a 12 metros de altura, quando atinge a maturidade. Do Nordeste ao Sul do Brasil a árvore é encontrada, mas é possível localizá-la em países vizinhos de clima parecido com o Brasil, como é o caso da Argentina e do Paraguai. O chá de bugre é feito com as folhas da árvore, mas dos frutos, que parecem grãos de café, é possível fazer uma bebida que lembra muito o café.
 
Conheça seus benefícios
 
São as propriedades que ajudam no emagrecimento as mais conhecidas do chá de bugre, mas essas não são as únicas vantagens de se tomar a infusão com frequência (mais pra frente trataremos de seus outros benefícios). Para as pessoas que buscam a perda de peso o chá surge como um grande aliado. Ele provoca a sensação de saciedade prolongada, ajudando você a parar com os lanchinhos fora de hora, que são sempre um problema. O chá de bugre também é diurético, elimina gorduras abdominais profundas e toxinas acumuladas no corpo, sendo indicado também para pessoas com celulite.
 
O chá é indicado nos tratamentos contra gastrite, úlcera, herpes tipo 1, mau hálito, reumatismo, febre e tosse. Substâncias cicatrizantes e estimulantes também são encontradas no chá, que é contraindicado para pessoas que sofram com insônia, ansiedade, hipertensão e problemas cardíacos.
 
Beba o chá
 
O chá de bugre se faz de maneira comum, mas é importante que seja respeitado o tempo de descanso antes de beber. Para fazer um litro de chá:
 
Em uma panela coloque um litro de água e duas colheres de sopa de folhas secas de bugre;
 
Leve a panela ao fogo e desligue assim que levantar fervura;
 
Tampe a panela e mantenha o chá em repouso por dez minutos antes de coar e beber. 
 
Fonte: Benefícios Naturais / Cine e Séries
 
 
 
As Músicas Mais Marcantes do Cinema: Footloose (1984)
 
 
Produzido com apenas oito milhões de dólares, Footloose foi um sucesso comercial, faturando por volta de 80 milhões de dólares nas bilheterias.
 
Recebeu duas indicações ao Oscar, pelas canções Footloose e Let's Hear It for the Boy, ambas concorrendo na categoria melhor canção original, e uma indicação ao Globo de Ouro, pela canção Footloose.
 
 
Grande abraço e até semana que vem.
 
23 de fevereiro de 2014

Salada de Repolho com Gergelim


 
Que me desculpem os pratos principais, agora só tenho olhos para as saladas. Adoro buscar inspirações em blogs culinários, combinar ingredientes doces e salgados ou de texturas diferentes e, por fim, provar e aprovar essas delícias. E foi o que aconteceu com a receita de hoje, inspirada no Elvira´s Bistrot, uma saborosa união de duas crocâncias: repolho e gergelim. Fala sério, isso fica bom demais!
 
 
Ingredientes:
1 repolho pequeno cortado em tiras bem finas
1 cebola grande cortada em meia-lua bem finas
1 colher (sopa) de azeite
1/4 xícara (chá) de vinagre de arroz ou de maçã
1 colher (chá) de açúcar (usei mascavo)
1 colher (sopa) de shoyu
4 colheres (sopa) de gergelim torrado
sal e pimenta a gosto


Modo de Preparo:

Em uma bacia, coloque as tiras bem finas de repolho e a cebola em meia-lua. Cubra com água gelada e deixe por 4 minutos. Escorra bem e reserve numa tigela, na geladeira, por 30 minutos (esse procedimento permitirá uma maior crocância dos alimentos).
 
Coloque o gergelim em uma panela de fundo grosso e leve ao fogo para torrar levemente (não necessita de óleo). Mexa sempre, pois é fácil de queimar. Reserve.
 
Passado o tempo de espera, tempere o repolho e a cebola com o azeite, vinagre, açúcar, shoyo, sal e pimenta. Finalize com o gergelim.
 
Sirva em seguida. Bom Apetite!
 
 

20 de fevereiro de 2014

Berinjela ao Vinagrete


Alguns alimentos me proporcionam uma "compulsão alimentar". A berinjela é um deles. Se eu pudesse, comeria todos os dias e o tempo todo. Não adianta. Quando gosto de algo, preciso colocar limites, pois caso contrário eu me "acabo" (rs). E a receita de hoje é desse estilo: é tão boa que fica difícil parar. Se você gosta de berinjela, já sabe.... Faça hoje mesmo =)
 
 
Ingredientes:
2 berinjelas grandes cortadas em fatias (sentido do comprimento)
3 tomates em cubinhos
1 cebola em cubinhos
1 limão
sal
azeite
vinagre branco
orégano
pimenta
 
Modo de Preparo:

Em uma assadeira, coloque as fatias de berinjela e por cima uma leve pitadinha de sal. Leve ao forno médio pré-aquecido por 20 minutos.

Após esfriar, corte as fatias de berinjela em cubinhos e misture com os tomates e a cebola. Tempere com o suco de limão, vinagre branco, azeite, orégano e pimenta. Acerte o sal.

De preferência, prepare, no mínimo, 3 horas antes de servir. Conserve na geladeira.
 
Bom Apetite!
  
18 de fevereiro de 2014

Salada de Rúcula com Jambo Amarelo


Até esses dias atrás, nunca tinha experimentado jambo. Não sabia o que era, nem que cor e nem como comia (menina criada na cidade, já viu né?). Mas, minha sorte mudou e descobri o sabor delicioso dessa frutinha quando ganhei várias unidades da minha sogra que mora em sítio. Foi amor à primeira vista. E juntar jambo com rúcula foi uma combinação prazerosa. Experimente e surpreenda-se!
 
 
Ingredientes:
10 folhas grandes de rúcula cortadas ao meio
01 jambo amarelo grande e cortado em fatias
1 limão
1 colher (chá) de azeite extravirgem
1 colher (café) de vinagre branco
pitada de sal
pitada de orégano
 
Modo de Preparo:

Misture a rúcula com o jambo e tempere com limão, vinagre, azeite, sal e orégano. Sirva em seguida.
 
Bom Apetite! 

17 de fevereiro de 2014

Segunda Saudável: Proteína de Soja

Google Imagens
Há muito tempo, os vegetarianos descobriram a proteína de soja, uma ótima opção na substituição da proteína animal. Entretanto, de uns tempos para cá, ela acabou ficando famosa também entre os não-vegetarianos por causa dos seus inúmeros benefícios causados à saúde. Vamos conhecer mais sobre essa proteína?
 
Proteína de Soja Emagrece?
 
A proteína de soja está sendo cada vez mais consumida por praticantes de musculação porque contém BCAA, conhecidos como Aminoácidos de Cadeia Ramificada, glutamina e arginina. Tais elementos contribuem para a construção muscular e para o crescimento, além de promoverem a queima de gorduras através da aceleração do metabolismo. Com isso, há o aumento de energia e a melhora da performance atlética.
 
Além disso, é uma rica fonte de fibras, que ajudam a retirar a gordura e a glicose do organismo e fazem com que o intestino funcione melhor. Por isso, a proteína de soja emagrece sim, e com muita saúde!
 
Benefícios da Proteína de Soja
 
A proteína de soja é o resíduo da soja que resta quando o seu óleo é extraído. De acordo com pesquisas, a soja possui até mais proteínas que os ovos, os peixes e as carnes vermelhas e brancas. Portanto, é importantíssima para a reconstrução, crescimento e conservação dos nossos órgãos, células e tecidos, também sendo usada em momentos de falta energética. Por outro lado, alguns hormônios são sintetizados pelas proteínas.
 
A isoflavona da soja é um poderoso antioxidante que mantém o corpo livre de radicais livres, responsáveis por doenças como o câncer através do fortalecimento do sistema imunológico. Essa substância ainda contribui para o retardamento do envelhecimento, o que ajuda na prevenção de rugas na face.
 
O colesterol ruim (LDL) é reduzido com o consumo da proteína da soja por causa da fibra nela contida. Assim, ela previne doenças cardíacas como tromboses e enfartos.
 
Diferenças entre a Proteína Animal e a Vegetal
 
No processo digestivo, as proteínas são quebradas e formam os aminoácidos, que são divididos em duas categorias: os essenciais e os não essenciais. O primeiro grupo não é produzido pelo nosso organismo, enquanto o segundo pode ser sintetizado por ele.
 
As proteínas animais retiradas das carnes e dos ovos possuem alto valor biológico, sendo, portanto, mais completas. Já as vegetais têm baixo teor biológico, contendo menor quantidade de aminoácidos essenciais. Porém, não têm tanta gordura como a animal.
 
Fonte: Sobre Saúde e Dicas para Perder Peso / Cine e Séries
 
 
 
Filme da Semana: “Breakfast at Tiffany's” (Bonequinha de Luxo)

 
 
Breakfast at Tiffany's (Bonequinha de Luxo) é um filme estadunidense de 1961, de gênero comédia e drama, dirigido por Blake Edwards, cujo roteiro fora adaptado por George Axelrod do livro homônimo, do autor Truman Capote, e estrelado por Audrey Hepburn. O clássico, que retrata a vida de Holly Golightly, uma socialite, recebeu cinco indicações ao Oscar de 1962 e venceu em duas categorias: melhor canção original e melhor trilha sonora.
 
"Moon River" é uma música composta por Henry Mancini com letra de Johnny Mercer em 1961.  O sucesso da música foi responsável pela re-estréia da carreira de Mercer como compositor, que fez sucesso em meados de 1950 com a substituição do rock and roll pelo jazz padrão como a música popular da época.
 
 
Grande abraço e até semana que vem.


14 de fevereiro de 2014

Carne Moída Fake (Proteína de Soja Texturizada)

 
Essa foi a minha primeira e básica receita de Proteína de Soja Texturizada. Acredito que só não tinha feito antes, pois achava algo extremamente difícil e complicado. Bobeira minha. É fácil, moleza e rápido. Do jeitinho que eu gosto. O sabor? Deliciosa. Repeteco semanal aqui em casa, afinal faz um bem danado para a saúde =)
 

Ingredientes:
1 pacote (300g) de proteína texturizada de soja (média)
2 litros de água fervente
1 cebola grande em cubinhos
4 dentes de alho espremidos
1/2 pimetão verde em cubinhos
1/2 xícara (chá) de cheiro verde picado
1 colher (café) de chimichurri ou orégano
sal a gosto
fio de azeite ou óleo

Modo de Preparo:
Em um recipiente grande, coloque a proteína de soja e cubra com a água fervente. Aguarde 10 minutos e, após, passe pela peneira para eliminar o excesso de água. Reserve.

Em uma panela, doure a cebola, o alho e o pimentão em um fiozinho de azeite ou óleo. Acrescente a proteína de soja e refogue por uns 10 minutos. Tempere com sal e chimichurri ou orégano.

Finalize com cheiro verde e sirva em seguida. Bom Apetite!
 
 
13 de fevereiro de 2014

Fratura exposta

Créditos na Imagem
A cada dia que passa, nossa sociedade enfrenta mais e mais momentos difíceis e aterradores. Não há um dia sequer que não ficamos sabendo de uma nova execução, seja de policiais, bandidos ou suspeitos de o serem.

Pessoas que morrem em meio a tiroteios, assaltos violentos, acidentes gravíssimos causados pela imprudência de alguém, filhos que agridem e matam seus pais, enfim, tudo anda muito, mas muito descontrolado mesmo.
 
Ainda há quem diga que somos um povo gentil e acolhedor, qual nada, somos uma turba enfurecida diante de tantos descaminhos. A corrupção escancarada que existe, o caos na saúde, na educação, na segurança e em todos os setores nos revolta e desanima muito.
 
Trabalhamos como loucos para pagar impostos e o resultado nunca é minimamente satisfatório. Falta água no calor, falta luz à noite e falta muita vergonha na cara de quem administra tudo isso. O povo também tem sua grande parcela de responsabilidade, afinal nós decidimos quem serão nossos representantes e nada mais. Só reclamamos quando o buraco é na nossa porta, quando é o nosso bairro que fica às escuras, quando o problema nos atinge diretamente.
 
Se hoje falta água no bairro B, os moradores dos bairros A e C continuam lavando suas calçadas e carros como se não houvesse nenhum problema. A violência está nas ruas, então cercamos mais e mais nossas casas como se isso fosse nos proteger verdadeiramente. A Copa do Mundo está aí e de repente as pessoas se lembraram que não há leito nos hospitais.
 
Acredito que sempre é o momento para protestar, mas que façamos direito, sem agravar ainda mais a situação. Acabo de saber que o câmera man que foi ferido durante um protesto teve morte cerebral, e agora? O que ficou resolvido para quem levou o artefato fatal para as ruas? Quantos mais precisarão morrer para que uma providência real e certeira seja tomada?
 
Nossa sociedade está decaindo cada vez mais, está exposta para quem quiser e tiver coragem de olhar, e para quem realmente quiser tomar uma providência contra todo esse horror que estamos vivendo.
 
 
11 de fevereiro de 2014

Salada de Batata Doce ao Vinagrete


O Brincando de Cozinhar e Cia recebeu de presente esse lindo layout. É muito fofo! Estou encantada e muito feliz. Danilo, muito obrigada por esse "mimo" e carinho pelo blog =)

Em sua homenagem, compartilho uma das minhas receitas favoritas: Salada de Batata Doce ao Vinagrete. Veja como é fácil:


Ingredientes:
2 batatas doces médias cozidas e cortadas em cubos
2 tomates sem sementes e cortados em cubos
1 cebola pequena em cubos
1 dente de alho picado
1 limão
azeite a gosto
sal a gosto
pimenta a gosto
orégano a gosto


Modo de Preparo:

Em um recipiente, misture a batata doce cozida, os tomates, a cebola e o alho. Tempere com o suco do limão, azeite, sal, pimenta e orégano. Misture bem e sirva em seguida. Se preferir, deixe descansar na geladeira por, no mínimo, 1 hora antes de comer.

Bom Apetite!

10 de fevereiro de 2014

Segunda Saudável: Ora-pro-nóbis

Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata), do latim "rogai por nós", é uma cactácea, um cacto trepadeira com folhas. Tem espinhos e pode ser usada em cercas-vivas, se desenvolvendo bem tanto à sombra como ao sol.
 
Originária do continente americano, encontram-se variedades nativas dessa hortaliça perene, rústica e resistente à seca da Flórida, nos Estados Unidos, à região sudeste do Brasil.
 
Segundo tradições populares, o nome teria sido criado por pessoas que colhiam a planta no quintal de um padre, enquanto ele rezava em latim: Ora pro nobis. Sendo conhecido também como Lobrobô ou Lobrobó.
 
O nome científico é uma homenagem ao cientista francês Nicolas-Claude Fabri de Peiresc, e o termo aculeata vem do latim e significa espinho, agulha.
 
Acredita-se que o cultivo em larga escala do ora-pro-nóbis poderia representar uma revolução nos recursos alimentícios da humanidade, devido a seu fácil cultivo, grande produção e alto valor nutricional.
 
Gastronomia
 
É um vegetal rico em ferro, ajuda a curar anemias das mais graves. Usa-se como o orégano, em forma de folha seca e moída. Também usada no preparo da farinha múltipla, complemento nutricional no combate à fome.
 
Suas folhas são ricas em mucilagem, que contribui para o bom funcionamento do intestino.
 
As folhas secas e moídas são usadas em diferentes receitas, especialmente em sopas, omeletes, tortas e refogados. Muita gente prefere consumir as folhas cruas em saladas, acompanhando o prato principal. Outros as usam como mistura para enriquecer farinha, massas e pães em geral. É servido cotidianamente nas cidades históricas do estado de Minas Gerais, onde a planta é mais popular.
 
Ainda há o emprego para a produção de mel e possui 25,4% de proteínas (das folhas secas), sendo por isso conhecido como "carne dos pobres", vitaminas A, B e C bem como, além do ferro, minerais como cálcio e fósforo.
 
Cultivo
 
A variedade tem flores brancas, quando é mais adequada para consumo e suas folhas podem ser ingeridas refogadas ou mesmo cruas, as flores também são comestíveis. A variedade comestível tem miolo alaranjado e folhas pequenas e suculentas.
 
A ora-pro-nóbis é propagada por meio de estacas plantadas em solo fértil enriquecido matéria orgânica e, depois de enraizadas, são transplantadas para o local definitivo. Serve também para alimentação animal, in natura ou na ração, barateando os custos da produção.
 
No Brasil
 
Encontrado em diversos estados do Brasil, em algumas localidades atingiu o status de ingrediente culinário, onde é refogado com vários tipos de carnes e é empregado em ensopados.
 
Na cidade de Sabará, existe o Festival do Ora-pro-nóbis, onde é comum utilizar a cactácea para pratos culinários. Em Sabará também teria surgido a lenda de que o nome ora-pro-nóbis é uma referência a uma lenda que em uma época em que pessoas colhiam a planta no quintal da casa de um pároco, ele sempre rezava uma ladainha.
 
Em Tiradentes, outra cidade brasileira de Minas Gerais, também há restaurantes que utilizam a ora-pro-nóbis, sendo apreciado o frango com ora-pro-nóbis.
 
Fonte: Universo Jatobá / Cine e Séries
 
 
As Músicas Mais Marcantes do Cinema: When a Man Loves a Woman

 
É um filme norte-americano do gênero drama do ano de 1994, foi escrito por Al Franken e Ronald Bass, estrelando Andy Garcia, Meg Ryan, Tina Majorino, Mae Whitman, Ellen Burstyn, Lauren Tom e Philip Seymour Hoffman.
 
Pela sua atuação, Meg Ryan recebeu uma nomeação ao Screen Actors Guild Awards por Best Female Actor in a Leading Role. O título do filme foi retirado da música de mesmo nome.
 
É uma das canções de amor mais conhecidas de todos os tempos composta por Calvin Lewis e Andrew Wright e gravada por Percy Sledge e lançada em 1966. O hit foi inspirado no fim do relacionamento de Percy e sua namorada, que tentava uma carreira de modelo. A canção já foi regravada por vários artistas como Michael Bolton, Karen Dalton, Johnny Rivers, Jerry Lee Lewis, Kenny Rogers, Art Garfunkel, entre outros.
  
 
Um grande abraço e até semana que vem!








8 de fevereiro de 2014

Faces do Desejo - Jeam Camilo

Em “Faces do Desejo”, Jeam Camilo mostra, sem pudores, o limite entre o sexo, o desejo, o ciúmes e a loucura.
 
A obra conta a história de três universitários que formam um triângulo amoroso, sem preconceitos, somente com a vontade de viver intensamente cada prazer.
 
A., a jovem estudante de Medicina, fica apaixonada pela beleza e corpo musculoso de V., mas fica completamente atordoada com a sensibilidade e caráter do estudante C. Ela, sem conseguir mais parar de pensar nos dois, propõe que os três morem juntos e vivam intensamente todas as formas possíveis de amor.
 
A., V. e C. A formação desse trio foi coisa do destino. Ele fez com que os três se cruzassem na mesma linha, ao mesmo tempo. Mesmo A. já saindo com V., ela quis C. (p. 13)
 
No início, o que era doce e belo, transforma-se em algo obsessivo e doentil com o tempo. Quem será que está falando a verdade? A. ficou louca? V. ciumento? E C. perdeu sua sensibilidade?

Um enredo criativo que prende o leitor do início ao fim. Para quem gosta de obras “picantes” e com um toque de mistério, coloque “Faces do Desejo” em sua meta de leitura!
 
Sobre o escritor:

Jeam Camilo nasceu em Campinas e vive atualmente em São Paulo. Tem em seu currículo o elogiado livro de poesias “O Céu vale algo além de lágrimas”, lançado em 2012. Hoje, publica em seu blog escritos de outras vertentes literárias: eróticas, poesias, críticas de livros e filmes, além de projetos cinematográficos.
 
Acesse o Blog e conheça mais sobre Jeam Camilo: http://jeamcamilo.com


6 de fevereiro de 2014

Arroz de Couve-Flor


Esse arroz fake podemos comer "sem culpa", afinal não engorda e faz um bem danado (rs). E o sabor? É delicioso e lembra sim um arroz. Se você ainda não experimentou essa receita, que tal prepará-la hoje mesmo? Tente e prove sem preconceitos!
 
 
Ingredientes:
1 couve-flor média
1 cebola pequena em cubinhos
2 dentes de alho espremidos
1/2 pimentão amarelo em cubinhos
azeite ou óleo de canola/girassol
sal a gosto
 
Modo de Preparo:
 
Higienize a couve-flor e separe em pequenos buquês. Cozinhe em água ou no vapor ou no microondas (eu uso essa última técnica, coloco os buquês em um saco plástico apropriado, amarro e faço furos com o auxílio de um palito de dente, levo ao microondas por 3 a 4 minutos e fico de olho até ficar macio).
 
Após cozidos, corte em pequenos pedaços. Reserve.
 
Em uma panela, coloque um fio de azeite ou óleo de canola / girassol e doure a cebola, o alho e o pimentão. Junte os pedacinhos de couve-flor e refogue rapidamente. Corrija o sal e sirva em seguida.
 
Bom Apetite!
 
 
4 de fevereiro de 2014

Camarão na Abóbora (Light)


Reeducação alimentar não significa deixar de preparar comidas gostosas. Basta usar a criatividade e substituir o excesso de ingredientes industrializados por naturais. Nesse final de semana, preparei Camarão na Abóbora Versão Light e ficou tão boa quanto a tradicional. Nessas pequenas trocas, a vida fica mais saudável e mil vezes mais saborosa!


Ingredientes:
1 abóbora grande ou 2 médias...
500g de camarão limpo e sem casca
1 pimentão amarelo em cubinhos
1 pimentão vermelho em cubinhos
1 cebola média em cubinhos
2 dentes de alho espremidos
1 cenoura grande ralada
1 vidro pequeno de palmito picado
3 tomates sem sementes cortados em cubinhos
1 colher (café) de curry
1 copo de requeijão light zero gordura
1/2 xícara (chá) de leite desnatado
1 colher (sopa) de farinha de trigo
 pimenta dedo de moça, sal e cheiro verde a gosto
azeite

 Modo de Preparo:

 Higienize a abóbora e corte uma "tampa". Retire as sementes e descarte. Com o auxílio de uma colher, separe um prato raso de polpa de abóbora e corte em pequenos pedaços (reserve).

Coloque a abóbora inteira em uma panela grande e cubra com água e pitada de sal. Leve ao fogo por 30 min ou até ficar macia. Reserve.

Em uma panela, doure a cebola e o alho em um fio de azeite. Junte os camarões e refogue até mudar de cor. Incorpore os tomates, a polpa da abóbora e os pimentões. Refogue por uns 15 minutos em fogo baixo.

Junte a cenoura ralada, o palmito e os temperos (sal, curry e pimenta). Refogue por mais alguns minutos e acrescente o requeijão e a farinha de trigo diluida no leite desnatado. Mexa até engrossar levemente. Finalize com o cheiro verde.

Transfira o recheio para a abóbora e leve ao forno quente por 10 a 15 minutos. Sirva em seguida.

Bom Apetite!
 
 
3 de fevereiro de 2014

Segunda Saudável: Farinha de Berinjela

Fonte: Corpo em Dieta
A berinjela é um dos vegetais mais ligados ao emagrecimento. E além de ser usado in natura em saladas ou inteiro em preparações, como camada de lasanhas, por exemplo, ele ainda pode ser apresentado no formato de suco, chá e farinha. Mas entre esses derivados, acredita-se que a farinha da berinjela seja a que mais mantenha suas propriedades originais. Tanto que alguns estudos indicam que a ingestão regular da farinha seja mais eficaz no emagrecimento e diminuição dos níveis de gorduras sanguíneas, como o colesterol e os triglicerídeos. 

Acredita-se que a farinha de berinjela contenha os nutrientes em que o vegetal é rico, como vitamina B3 (niacina) e vitamina C, por exemplo. Porém isso ainda não foi estudado e estabelecido. 
 
A maior vantagem da farinha de berinjela está na sua alta composição de fibras. Para se ter uma ideia, são indicadas 55 gramas de fibras ao dia em uma dieta de 2 mil calorias diárias. A farinha de berinjela apresenta 6,8 gramas em uma porção de uma colher de sopa (15 g), ou seja, equivale a 27% desse valor.
 
Por outro lado ela é bem pobre em gorduras, contendo apenas 0,3 g a cada 15 g. Como precisamos consumir no máximo 55 gramas de gordura ao dia, uma porção supre apenas 0,5% da quantidade desse macronutriente que precisamos ao dia. Veja qual porcentagem do Valor Diário* de alguns nutrientes que esse alimento carrega: 27% de fibras, 2,4% de proteínas, 1,2% de carboidratos e 0,5% de gorduras. * Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. 
 
Benefícios da farinha de berinjela:
 
Ajuda a emagrecer Uma pesquisa feita na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) colocou um grupo de mulheres obesas em um programa de reeducação alimentar. Porém, enquanto metade consumia 14 gramas de farinha de berinjela por dia, a outra simplesmente não consumia o vegetal. Após 60 dias, o primeiro grupo perdeu em média 60 quilos, enquanto o segundo perdeu apenas 30 kg. Existem três propriedades da farinha de berinjela que explicam essa potencialização na perda de gordura e peso: 
 
1. Aumenta a saciedade: As fibras são velhas conhecidas de quem se interessa pela perda de peso, e estão em alta concentração na farinha de berinjela. A vantagem é que quando as consumimos com a quantidade adequada de água, elas se transformam em um gel em nosso estômago, tornando a digestão mais lenta e aumentando a distensão da parede do órgão, dois mecanismos que informam ao nosso corpo que estamos satisfeitos. Com isso, nos alimentamos menos e consequentemente ingerimos menos calorias do que antes, provocando o emagrecimento. 
 
2. Reduz a gordura corporal: Esse gel formado no bolo alimentar faz com que a glicose dos alimentos ingerido junto com a farinha seja liberada lentamente na corrente sanguínea. O hormônio responsável por colocar esse nutriente para dentro das células é a insulina, mas ele também é culpado pelo acúmulo de gordura no corpo quando circula em altas quantidades no nosso organismo. Se a insulina for liberada lentamente, acumulamos menos gordura no tecido adiposo, o que também resulta em menor ganho de peso.
 
3. Controla a compulsão por doces: Ao evitar o pico glicêmico, previne-se também a queda brusca de glicose no nosso sangue. O problema dessa baixa é que o corpo sente uma necessidade em repor esse nutriente rapidamente, e o melhor meio para isso é o consumo de carboidratos simples como o açúcar e o trigo. Além disso, a insulina em excesso torna o triptofano mais facilmente absorvido pelo cérebro, causando maior sensação de bem-estar por ser precursor da serotonina. Porém, quando a dose está muito alta, o corpo começa a "pedir" por mais fontes desse aminoácido, como o chocolate - que não é um vilão, desde que consumido na versão meio amarga e em baixas quantidades. De qualquer forma, o resultado é o mesmo: maior produção de insulina, aumento do acúmulo de gordura no tecido adiposo e, por consequência:
 
Ajuda os diabéticos: Quanto mais produzimos insulina, mais resistentes alguns órgãos do nosso corpo ficam a sua ação, ou seja, é preciso cada vez maiores quantidades do hormônio para colocar para dentro das células a mesma quantidade de glicose. Isso gera um quadro chamado de resistência a insulina. Com o tempo, se nada for feito para corrigir isso, ou seja, se o individuo continuar tendo picos glicêmicos, o problema evoluirá para o diabetes tipo 2. Por isso que a inclusão de alimentos ricos em fibras, como a farinha de berinjela, é importante, já que elas aumentarão os intervalos de envio da glicose para o nosso sangue, como já explicado. 
 
Reduz as gorduras no sangue: No estudo realizado pela UFRJ, além de maior emagrecimento nas mulheres que consumiam a farinha de berinjela, foi verificada uma redução da gordura no sangue, como o colesterol total, colesterol LDL e triglicérides. Isso pode ser explicado através de alguns mecanismos. O primeiro é que, assim como a absorção da glicose é retardada pelo gel formado pelas fibras, o colesterol também é enviado em quantidades menores para o nosso sangue, reduzindo as quantidades totais desse nutriente. Além disso, acredita-se que as fibras específicas da berinjela atuem nos sais biliares, essenciais para a absorção do colesterol. Por fim, a presença de vitamina B3 (niacina) aumenta o transporte reverso do colesterol, realizado pelo HDL (colesterol bom), ou seja, pode aumentar em até 30% esta taxa. 
 
Melhora o funcionamento do intestino: O mesmo gel formado pelas fibras também ajuda o bolo alimentar a transitar melhor, aprimorando o transito intestinal. Além disso, elas têm uma função prebiótica: as fibras sofrem fermentação completa ou parcial no intestino grosso, que é realizada por bactérias benignas, o que estimula o crescimento da microbiota (flora intestinal) e incentiva uma atividade intestinal saudável. 
 
Aumenta a imunidade: Ao estimular as bactérias amigas do intestino, as defesas do nosso corpo também são reforçadas, já que 60% das nossas imunoglobinas estão nele. Além disso os ácidos graxos de cadeia curta resultantes da digestão das fibras impedem com que bactérias ruins do intestino se transportem para a corrente sanguínea, evitando que elas infectem o corpo todo. 
 
 
Como consumir a farinha de berinjela:
 
Ela pode ser consumida no dia a dia, misturada com iogurtes, salada de frutas, cuscuz, arroz, e outras preparações. A farinha de berinjela tem uma quantidade alta de fibras, portanto pode ser muito bem utilizada em pães, bolos, biscoitos e outras massas. Porém, justamente por esse motivo, ela não tem uma boa fermentação, e precisam ser unidas à farinha de trigo refinada nas receitas. 
 
Fonte: Minha Vida / Cine e Séries
 
 
 
 
As Músicas Mais Marcantes do Cinema: Highlander
 
 
 
"Who Wants to Live Forever" é uma canção da banda de rock britânica Queen. Foi lançada como a sexta trilha do álbum A kind of magic, lançado em junho de 1986, e como single no formato vinil 7"/12" no mesmo ano. Escrita pelo guitarrista Brian May, como parte da trilha sonora do longa-metragem Highlander. A instrumentação ficou por conta de Michael Kamen, o mesmo que compôs a trilha instrumental do filme. Segundo May, esta foi a primeira música que compuseram para o filme, já no carro, enquanto voltavam duma exibição prévia da produção. Trata basicamente da relação entre o imortal Connor MacLeod (interpretado por Christopher Lambert) e sua amada Heather (Beatie Edney). Foi usada mais tarde nalguns episódios da série televisiva Highlander: The Series: The Gathering, Revenge is Sweet, The Hunters e Leader of the Pack. May é o principal vocalista na primeira estrofe, antes que Freddie Mercury toma a dianteira em praticamente todo o restante da música. Apenas na versão do filme Mercury é o principal vocalista desde a primeira estrofe. Em apresentações ao vivo, Mercury também canta a canção inteira.
 
Há duas versões de videoclipes: uma possui cenas do filme e a outra é composta apenas do vídeo produzido para a canção. Nele, os integrantes da banda encontram-se numa orquestra, a tocar instrumentos acústicos, à exceção de May e Mercury. O cenário contém duas mil velas, e ao final um coral de quarenta crianças entoa o refrão. A versão da música com coral é exclusiva do videoclipe.
 
Uma versão instrumental da canção, Forever, foi incluída como uma faixa bônus na versão em CD do álbum. Ela é composta basicamente de piano, com acompanhamento de teclado durante a parte do coral. Esta versão foi gravada apenas por Brian May.
 
 
Grande abraço e até semana que vem.
 
 
1 de fevereiro de 2014

O estranho caso do cachorro morto - Mark Haddon

Essa obra já se tornou uma das minhas favoritas. Explico: o autor narra a história do jovem Christopher,um lindo adolescente muito especial e portador da Síndrome de Asperger, um tipo de autismo. Ele ama a cor vermelha, mas odeia o amarelo. Domina a matemática, mas não entende nada sobre relação humana. Não suporta a ideia de conversar com estranhos, mas ama os animais.

Um dia, Christopher encontra o cachorro da sua vizinha morto no jardim. É acusado do assassinato e preso. Depois de uma noite na cadeia, decide descobrir quem matou o animal e junto começa a escrever um livro contando o passo a passo, pois sua psicóloga assim recomendou. Mas, o menino descobre muito mais e sua pacata vida começa a ser “sacudida” por muitos mistérios não resolvidos.
 
Uma leitura emocionante, criativa e impossível de não se apaixonar por Christopher. Se eu fosse você... não perderia a oportunidade de ler um livro tão bom como esse!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Visitantes