29 de agosto de 2013

Sopa Cremosa de Legumes e Carne


Receita leve, cremosa e muito gostosa mesmo. Eu adorei o resultado e tenho certeza que você concordará comigo. Aproveite o tempinho frio para comer essa sopa bem quentinha =)


Ingredientes:
1 cebola pequena em cubinhos
2 dentes de alho picados
1 bife médio (usei coxão duro) em tirinhas
1 chuchu médio em cubinhos
1 abobrinha média em cubinhos
1 cenoura média em cubinhos
1 mandioquinha salsa pequena em cubinhos
1 batata pequena em cubinhos
azeite extra virgem
água
sal e pimenta a gosto


Modo de Preparo:

Em uma panela acomode os legumes picados e cubra com água. Leve ao fogo até o cozimento de todos os ingredientes. Após cozidos, espere esfriar por alguns minutinhos e bata tudo no liquidificador. Reserve.

Em outra panela, doure o alho e a cebola em um fio de azeite. Acrescente as tirinhas de carne e deixe dourar. Tempere com sal e pimenta. Incorpore o creme de legumes, mexa rapidamente e sirva em seguida.

Bom Apetite!

Beijo no asfalto

Fonte: Sheik (rede social)
O aclamado autor Nelson Rodrigues escreveu a peça Beijo no asfalto, a trama é sobre um pacato cidadão que presencia um atropelamento, ao tentar socorrer a vítima atende seu último desejo e lhe dá um beijo na boca. Tudo bem, se a vítima também não fosse um homem e a foto do tal beijo não fosse estampada nas primeiras páginas dos jornais. A vida do personagem transformou-se a partir desse fato.

Hebe Camargo, que reinou absoluta por décadas na televisão brasileira, adorava contemplar seus convidados com um selinho, fossem homens ou mulheres. Quanto mais famoso fosse o convidado, mais sucesso seu selinho fazia.

Na década de 80, quando os festivais de música de Marília aconteciam com frequência, Caetano Veloso fez um show em uma das eliminatórias, ao final apresentou seus músicos e deu um beijo na boca de cada um. Por esse motivo na final do festival, crianças foram impedidas de entrar, um dos concorrentes reclamou no palco, pois seus filhos não puderam entrar, e ele disse que se os músicos tivessem levado um soco, não teriam proibido a entrada das crianças.

Na semana passada o jogador de futebol Emerson Sheik postou uma foto dando um selinho em um amigo, foi o bastante para criar mais uma polêmica, alguns torcedores foram protestar na porta do centro de treinamento do Corinthians. Torcedores de outros times passaram a fazer piadas, comentaristas esportivos também.

Me pergunto se os torcedores protestaram quando o garoto boliviano morreu, vítima de um sinalizador que foi solto da própria torcida. Protestam quando há brigas violentas entre as torcidas? Acredito que não, a questão envolve mais uma vez a intolerância e o preconceito.

Pena que a indignação seja por um beijo e não contra tantos problemas que enfrentamos dia a dia, como as tragédias, os casos de corrupção e violência urbana, e as pessoas ainda despendem energia com coisas tão insignificantes, será que preferiam que o jogador postasse uma foto em que socava o amigo, ou em que segurava uma arma pesada?

28 de agosto de 2013

Tutu de Feijoada


Reuniu os amigos, preparou a feijoada e sobrou comida para o(s) dia(s) seguinte(s)?  Então, transforme as sobras em um delicioso tutu. Receitinha vapt vupt. Quer ver?


Ingredientes:
1 cebola pequena em cubinhos
2 dentes de alho picados
1 colher (café) de azeite
sobras de feijoada
farinha quanto baste (usei farinha de mandioca)
salsinha a gosto


Modo de Preparo:

Doure a cebola e o alho no azeite. Junte a feijoada e deixe aquecer bem. Abaixe a temperatura do fogo e incorpore, aos poucos, a farinha até formar uma consistência de tutu (o importante é deixar mais úmido do que seco). Finalize com salsinha e sirva em seguida.

Bom Apetite!


27 de agosto de 2013

Ratatouille


Fiz algumas pesquisas na internet sobre esse famoso prato e encontrei uma receita super fácil no querido blog Aqui na Cozinha. Essa delícia está aprovadíssima e sempre terá repeteco em casa. Vamos conferir?


Ingredientes:
1 berinjela
1 abobrinha
1 pimentão amarelo
1 pimentão verde
1 tomate
1 cebola
3 dentes de alho
1 ramo de alecrim
1 ramo de manjericão
1/2 xícara (de chá) de azeite 
Sal a gosto


Modo de Preparo

Corte a berinjela em cubos não muito pequenos e deixe de molho em água e sal. Corte a cebola em pétalas, pique o alho bem pequenininho. Pique a abobrinha, os pimentões e o tomate em cubos médios.

Coloque 2 colheres de azeite em uma panela e frite o alho, quando começar a dourar acrescente a cebola e deixe murchar (não precisa dourar), depois acrescente o manjericão e o alecrim. Despeje em um refratário e reserve.

Na mesma panela, coloque os pimentões e deixe murchar junto com o tomate. Mexa sempre. Quando murchar, despeje no refratário junto com as cebolas.

Na mesma panela coloque a abobrinha e a berinjela (escorra bem). Aqui também, você vai dar uma refogadinha, até murchar, se precisar acrescente um pouco mais de azeite. Despeje no refratário e misture tudo. Polvilhe um pouco de sal, o restante do azeite. Leve ao forno médio baixo, até secar um pouco (aproximadamente 15 minutos).

Bom Apetite!

26 de agosto de 2013

Segunda Saudável: Goji Berry

Fonte: Uol
O goji berry vem do sul da Ásia e até pouco tempo era desconhecido no Brasil. Porém, pouco a pouco, o alimento vem atraindo o interesse dos adeptos da alimentação saudável. Não é para menos: esta superfruta é rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos insaturados e, além de tudo isso, como as demais frutas vermelhas, é antioxidante. Sem contar que é pouco calórica, ajuda a dar energia e melhora o metabolismo.

Cada 100 gramas, ou uma xícara de chá, da versão seca do goji berry contém 2500 miligramas de vitamina C, quantidade 50 vezes maior que a de uma laranja. Além disso, a fruta também possui grande quantidade das vitaminas B1, B2 e B6.

Graças às suas propriedades antioxidantes, a fruta atua como agente na prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias, distúrbios da visão, do sistema neurológico e imunológico, além de possuir propriedade anticancerígena e antienvelhecimento.

Uma pesquisa publicada no Journal of Alternative and Complementary Medicine, em 2008, comprovou que o consumo regular da fruta asiática resulta no aumento no nível de energia, desempenho atlético, qualidade do sono, facilidade de despertar e a capacidade de se concentrar em atividades. Além disso, pode ajudar na redução da fadiga e do estresse.

A fruta também fortifica e mantém o sistema imune saudável, combate a inflamação e a artrite, reduz e modula o colesterol, regula a pressão arterial, reduz os níveis de glicose no plasma. Além disso, acelera o metabolismo ajudando na perda de peso e,assim, evitando a formação de celulite.

A fruta pode ser achada in natura, seca e em forma de cápsulas. Porém, há dois inconvenientes: ela não é muito fácil de ser encontrada ainda por aqui e seu preço é um pouco salgado.

Fonte: Uol / Cine e Séries


As Músicas Mais Marcantes do Cinema: Os Caça-Fantasmas (Ghostbusters - 1984)


Os Caça-Fantasmas, a famosa comédia dirigida por Ivan Reitman, também deixou sua música na cabeça de muita gente.

A trilha sonora do filme foi composta por Elmer Bernstein. Participaram dos arranjos Peter Bernstein, David Spear e Patrick Russ. Da música se originaram os dois principais bordões do filme, Who you gonna call? Ghostbusters! (Quem você irá chamar? Caça-fantasmas!) e I ain´t ´fraid of no ghost(s) (Eu não tenho medo de fantasmas). Ambas entraram na canção-tema, interpretada por Ray Parker, Jr.. A canção se tornou um grande sucesso, sendo número 1 na parada da Billboard por três semanas, e número 1 por duas semanas na da Black Singles. A canção ainda rendeu a Parker Jr. uma nomeação ao Oscar na categoria de melhor canção original.

O filme ganhou uma sequência, Os Caça-Fantasmas 2 (1989), e duas séries animadas.

Nome da música: Ghostbusters
Composta por: Elmer Bernstein


Grande abraço e até semana que vem.

24 de agosto de 2013

A Porta

Fonte: Mundo das Dicas
Viver numa cidade como São Paulo tem lá seus encantos e seus temores. Quando digo que adoro viver aqui, confesso que, por vezes, bate aquela vontadinha de pegar minhas coisinhas, meu amor e partir pra qualquer outro lugar. 

Tem trânsito sim, tem correria insana sim, tem violência sim, mas também suas belezas que, por vezes ficam tão bem escondidinhas que é preciso um susto, uma surpresa para que consigamos perceber que ela existe sim, mesmo numa cidade chamada de “Selva de Pedra”.

Acordar atrasado já é um baita pé no saco porque o tempo que já passa tão rápido triplica de velocidade e você precisa dar conta de cinquenta mil coisas em um tempo que... opa, já passou!

Aí você corre para o ponto de ônibus que também chega atrasado. Vai andando bem, que bom!, mas até certo ponto, já que, dali pra frente as coisas ficam estagnadas. Trânsito travado, Brigadeiro nada doce, Paulista nem tão iluminada quanto suas noites extensas e frias, e ela nunca chega (nunca chega, bendita Paulista!).

Mas eis que horas depois, chego ao ponto de destino. Nervoso, estressado, atrasado, o dia prometia ser daqueles para se esquecer até que paro em frente à porta para descer.

Olho para a porta antes de ser aberta e vejo um adesivo branco grudado na porta, abaixo do vidro, escrito à mão, em vermelho: “AMO VOCÊ”.

Não sei explicar. Simples assim, “AMO VOCÊ” e o dia se fez clarear. Um sorriso brotou, uma felicidade invade e eu penso: quanta beleza e poesia. Sim, essa cidade esconde essas coisinhas que reconfiguram seu dia. Infelizmente, achamos essas surpresas sempre no susto. Ou será que só nos falta um olhar mais profundo e atento?


22 de agosto de 2013

Licor de Jabuticaba



Ganhei um monte de deliciosas jabuticabas e resolvi transformá-las em um saboroso licor. Vamos aprender?



Ingredientes:
1 kg de jabuticabas
800 g de açúcar
1 litro de pinga
1 litro de água
1 pau de canela
2 cravos da índia,


Modo de Preparo: 


Esmague as jabuticabas e coloque numa vasilha de vidro. Junte a pinga, a canela e o cravo. Tampe bem e deixe por 2 semanas, mexendo todos os dias com colher de pau.

No 13º dia adicione o açúcar e a água. Misture bem e torne a tampar. No dia seguinte coe e já está pronto para consumo.




21 de agosto de 2013

Brrrrrrrrrrrrrr... que frio!

Fonte: Kirsten Bailey
Tenho ouvido tantas e diferentes reclamações sobre o inverno, que resolvi sair em sua defesa. Sim, é muito difícil sair da cama de manhã, do calor do edredom, tomar banho então requer muita tenacidade e destreza para tirar as roupas e entrar em baixo do chuveiro quentinho, mas o chuveiro sempre resolve desligar no meio do banho e aquele jato frio cai sobre as costas sem nenhuma piedade.

Sair de casa de manhãzinha e voltar no fim do dia é outro embate, ainda falta coragem para arrumar a casa, lavar as louças da pia e a roupa. Ir ao mercado, sair para caminhar e levar o cãozinho para um passeio é praticamente um ato de tortura. 

Mas ainda assim, com todas essas mazelas, eu adoro o inverno. As pessoas vestem-se com mais garbo e muito mais elegância. Com exceção daquelas mocinhas que nunca sentem frio – as chamadas piriguetes – as pessoas capricham nos casacos, luvas, pulôveres, botas e afins.

Outra coisa maravilhosa do inverno é a variedade de sopas e caldos que podemos saborear com prazer e sem medo ou culpa momentâneos – isso fica para o verão, quando os corpos por imposição devem ser sarados. Assistir um filme bem juntinho, sem se preocupar com o suor, tomar uma xícara de chá bem quentinho lendo um livro antes do sono chegar. Tomar um belo vinho com amigos, conversar bastante e bem próximos para matar saudades e colocar o papo em dia.

Essas pequenas coisas são cativantes e tiram a vilania dessa estação. Com certeza reclamamos do frio quando ele chega com tudo, mas também reclamamos das altas temperaturas do verão, da chuva forte e do tempo seco. Temos uma forte inclinação para reclamação, portanto, acredito que o melhor que possamos fazer é saborear os bons momentos que qualquer estação nos dê, assim a vida seguirá mais leve e muito mais feliz.


19 de agosto de 2013

Enroladinhos de Salsicha


Esses enroladinhos de salsicha foram preparados pela minha querida colega de trabalho Marcia. No mesmo momento que provei, eu já disse: "que delícia, mas DELÍCIA mesmo". Pedi a receita e carinhosamente ela compartilhou. Vamos conferir?


Ingredientes para massa:
30g de fermento biológico para pão 
1 colher (sopa) de açúcar 
1 xícara de leite morno 
1 colher (sobremesa) de sal 
1 ovo 
600 g de farinha de trigo 

Para o recheio e finalização:
300 g de salsicha cortadas em 3 e aferventadas 
fatias finas de bacon
molho de tomate ou catchup
1 gema com azeite para pincelar


Modo de Preparo:

Misture todos os ingredientes da massa e sove até ficar homogênea e macia. Deixe descansar por alguns minutinhos e abra com o auxílio de um rolo, deixe bem fina. 

Corte a massa em quadrados. Espalhe um pouco de molho de tomate e acomode 1 pedaço de salsicha e 1 fatia de bacon. Enrole a massa e coloque em uma forma enfarinhada. Pincele a gema com azeite por cima.

Leve ao forno  médio pré-aquecido por 30 minutos ou até dourar.

Bom Apetite!

Segunda Saudável: Anador

Fonte: Remédio Caseiro
Também conhecida como Melhoral, Chambá, Cerebril, entre outros nomes, a planta Anador é natural do Caribe, mas sua popularidade como planta medicinal se dá nos países da América do Sul. Ela apresenta um aroma gostoso e relaxante, que lembra de longe o aroma da baunilha. 

Antigamente ela era utilizada nos rituais sagrados dos índios venezuelanos e amazônicos. Suas folhas e ramos podem ser utilizadas para a produção de chá, xarope, suco, ou até mesmo o incrível óleo vegetal que é extraído desta planta e tem um maravilhoso poder digestivo. E esses derivados da planta podem ser ingeridos ou aplicados externamente, na forma de banhos ou compressas.

Propriedades desta planta na medicina alternativa:
  • Utilizado no tratamento de bronquites; 
  • Acaba com as aftas; 
  • Alivia a azia; 
  • Mostra-se eficaz no tratamento de dermatites; 
  • Ajuda no tratamento dos sintomas da gripe, como febre e tosse; 
  • Alivia as dores musculares e outras dores em geral; 
  • Pode ser utilizada para por um fim na insônia; 
  • Acaba com náuseas; 
  • Ela apresenta propriedades antibacterianas; 
  • Eficaz na desinflamação; 
  • Apresenta também características afrodisíacas; 
  • Previne o reumatismo; 
  • Acelera o processo de cicatrização; 
  • Ela é relaxante e pode ser utilizada como sedativo; 
  • Esta planta também é adstringente e expectorante. 

Cuidado:

Quando consumida em doses exageradas, a Anador pode tornar-se alucinógena. E pessoas que apresentam problemas com a coagulação sanguínea, ou que estão utilizando remédios para estimular a coagulação, devem evitar o consumo desta planta.

Fonte: Remédio Caseiro / Cine e Séries


As Músicas Mais Marcantes do Cinema: O Guarda-Costas (The Bodyguard - 1992)


I Will Always Love You é uma música gravada originalmente pela cantora norte-americana Dolly Parton em 1974, mas foi na voz de Whitney Houston, como parte da trilha sonora do filme O Guarda-Costas, que a canção tornou-se um grande sucesso.

No filme, Frank Farmer, um guarda-costas altamente eficiente e caro, é contratado para proteger Rachel Marron, uma grande cantora e atriz, que está recebendo cartas anônimas e ameaçadoras. Frank é um ex-agente do Serviço Secreto que ainda não se perdoou do sentimento de culpa em relação à sua inabilidade de proteger o presidente Reagan, que quase foi assassinado por John Hinckley. Frank e Rachel se apaixonam mas ele não deixa este amor evoluir, pois quando estão juntos Rachel fica vulnerável. Paralelamente, novos atentados acontecem.

Nome da música: I Will Always Love You
Composta por: Dolly Parton


Grande abraço e até semana que vem.

17 de agosto de 2013

A Morte e a Donzela

Fonte: Getty Images
Esses dias, algo me chamou a atenção. Morria Margaret Tatcher, chamada de Dama de Ferro pelos britânicos. Margaret foi Primeira-Ministra da Inglaterra por anos, e, com a mesma intensidade com que foi amada, foi igualmente odiada. Ela foi o símbolo máximo de poder, para o bem e para o mal.

Desenvolveu políticas ultraconservadoras e polêmicas. A classe baixa saiu perdendo em muitos momentos (não, não é só aqui que isso ocorre!), e teve seu ápice de poder, amor e ódio na Guerra das Malvinas, onde mandou explodir um navio argentino que estava fora da área pertencente à Inglaterra. História à parte, o que me chamou a atenção não foi sua morte em si (isso também, mas falarei mais adiante), mas foi a maneira como o mundo recebeu a notícia.

Confesso que achei até discreta sua partida para quem representou tanto amor e ódio. Mas a reação foi essa mesma: estava com idade avançada e com demência. Li textos com chamadas como: morreu com o que sempre teve: demência. Ou coisas como: já vai tarde, e seus derivados.

Ao acompanhar os últimos anos de Tatcher (porque ela nunca deixou de ser notícia), há um indício de pena. Pena sim. Há discussões diversas sobre ela ter sido uma grande líder ou uma pessoa detestável, fria e calculista. Não tenho embasamentos profundos para tomar partidos, mas foi a ideia de pena que me chamou a atenção.

Uma senhora, senil, demente, com várias dificuldades físicas e mentais. Podemos dizer: coitada. Mas vi uma foto tirada meses antes, no qual Tatcher mira a câmera no exato instante do clique e eis que há, nítido, o olhar daquela que foi temida e respeitada. O olhar penetrante. O mesmo olhar com que enfrentou tudo e todos com uma teimosia desastrosa e doentia. Aquele olhar... aquele olhar... e ai pensei em Cazuza quando cantava: “Meus heróis morreram de overdose... os meus inimigos, estão no poder!”. Cazuza veio a calhar pois pensei no “inimigos”. Aqueles contra quem lutamos, brigamos, exigimos justiça... esses são liderados pelos mesmos homens que foram prejudicados anteriormente. E, por quê? Porque temos essa sensação de pena, que já estão velhos, doentes, dementes, que não vale a pena remexer em crimes antigos. O que acontece em Vegas, fica em Vegas, não é mesmo? Mas não, é preciso se fazer justiça sim, e exigir que os crimes sejam pagos.

Mas não. Não fazemos isso. Não fazemos porque somos tomados por essa sensação de descuido com nossa História e nossa memória. Somos displicentes com todas as coisas que nos ocorrem seja a política, seja a saúde, seja o Planeta e adjacências. E quer saber? Ela estava tão velhinha mesmo!

Morrissey, brilhante cantor, ex líder do The Smiths, era um opositor ferrenho de Tatcher. E foi dele, figura mítica na música inglesa (e mundial), a manifestação mais elegante sobre a morte de Tatcher. Seu texto não redime Tatcher e nem contraria toda a postura do artista sobre a “ditadora”, mas expressa esse mesmo sentimento de pena. Morrissey afirma: “Tatcher não tinha nem um átomo de humanidade”, ele não diz “Viva” para sua morte. Ele lamenta, lamenta pelas injustiças que foram enterradas juntas, ele lamenta as dores sofridas enterradas juntas, ele lamenta toda uma geração de crianças, jovens, pais, avós que perderam esperanças, que foram prejudicados, que morreram sem ter um resquício de sol na gelada Inglaterra. Ele lamenta o que se foi antes da partida dela. Ele lamenta toda essa angústia guardada desde os tempos em que pensávamos que poderíamos mudar o mundo.

O que dá pena, o que lamenta Morrissey, e o que eu lamento agora, é isso. Perceber que, independente de tudo o que foi feito, chorado e lutado, os inimigos morrem dementes, e as dores são foram aplacadas. Sensação de injustiça, não com eles, mas conosco. Os que ficaram? Não terão mais com quem lutar. Mas levarão consigo o mal que foi deixado. Há como se redimir ou se libertar?

Este texto pode parecer ambíguo. E é essa a intenção. Ambíguo ao ver a velha senhora demente. Ambíguo ao ver que seu olhar continuava o mesmo de décadas. Penetrante e amedrontador. Pena ou medo? O tempo pode realmente aplacar certas dores?

E a cova? Sete palmos pode não ser o suficiente. Nunca é.

15 de agosto de 2013

Bolo de Chocolate com Brigadeiro e Morango



Esse bolo de chocolate de liquidificador é uma das receitas mais acessadas do blog. A massa é bem fofinha mesmo, clique aqui para conferir o passo a passo. Para complementar, fiz um brigadeiro mais molinho (1 lata de leite condensado, 1 colherzinha de margarina e 4 colheres de chocolate em pó: leve ao fogo baixo e mexa até engrossar levemente) e por cima, depois de frio, espalhei morangos. É de dar água na boca, né? 


13 de agosto de 2013

Panqueca Rosa



Essa panqueca tem um visual lindo e um sabor delicioso. Que tal colorir sua receita de panqueca? A minha eu fiz assim:

Ingredientes
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo 
2 xícaras (chá) de leite 
2 ovos 
1/2 beterraba pequena crua e cortada em cubos
1 colher (café) de sal 
2 colheres (sopa) de óleo 


Modo de Preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador por 2 minutos e deixe descansar na geladeira por, no mínimo, 15 minutos. 

Aqueça uma frigideira (de preferência antiaderente) com um fio de óleo ou azeite ou margarina. 

Coloque uma concha da massa e espalhe com movimentos circulares segurando pelo cabo da frigideira (fogo baixo). 

Quando as bordas estiverem douradinhas e você ver que a massa está deslizando pela frigideira, com o auxílio de uma espátula, vire a panqueca e deixe até dourar do outro lado. Repita a operação até o término na massa.

Utilize o recheio de sua preferência. Bom Apetite!



12 de agosto de 2013

Enroladinho de Peito de Peru com Ricota


Receita bem gostosa mesmo, super leve e uma ótima pedida para quem deseja uma alimentação pouco calórica, mas saborosa. Para prepará-la, você precisará de:

6 fatias de peito de peru
3 colheres (sopa) de ricota amassada
2 colheres (sopa) de iogurte desnatado
1 dente de alho pequeno picadinho
1 colher (café) de mostarda
4 folhas de manjericão picadas
Sal a gosto
Orégano a gosto


Modo de Preparo:

Em um recipiente, misture a ricota, o iogurte, o alho e os temperos (sal, manjericão, mostarda e orégano). Em cada fatia de peito de peru, espalhe uma colher (sopa) dessa mistura no centro e enrole igual panqueca.

Acomode os rolinhos em um refratário e leve ao forno médio pré-aquecido por 15 minutos.

Sirva quente.

Bom Apetite!

Segunda Saudável: Alfazema

Fonte: Portal São Francisco
A alfazema (lavandula officinalis) é uma planta aromática, também chamada de lavanda, muito utilizada na aromaterapia, na cosmética e também na medicina alternativa para diversas aplicações. Um arbusto de pequeno porte, com flores azul-violetas de aroma penetrante, originária das regiões mediterrâneas.

Algumas indicações de uso do chá de alfazema 

Problemas de pele, como: abscessos, acne, dermatites, eczemas, feridas, limpa/amacia/acalma a pele, picadas de insetos, psoríase, queimaduras, etc. 

Doenças respiratórias, tais como: asma, bronquite, tosse, catarro e gripes, asfixia, sinusite e resfriados em geral; 

Problemas gástricos: estômago, baço, enjoo, gases, dispepsia flatulenta, náuseas, perturbações gástricas, fígado, etc. 

Abatimento, atonia dos nervos encéfalo-raquidianos, apoplexia, cefalalgia, desmaios, depressão, enxaqueca, epilepsia, espasmo, insônia, nervosismo, pressão alta (hipertensão), tensão nervosa, síncopes, vertigem.
Disfunções menstruais e urinárias, como: anúria, amenorreia, leucorreia, congestão linfática, gota, etc. 

Dores reumáticas, artrite, contusões, paralisia, tensão muscular; 

Fraqueza cardíaca, neurose cardíaca e problemas circulatórios.


O chá

O chá de alfazema tem como princípios ativos: cumarina, taninos, saponinas, princípio amargo, óleo volátil (linalol) com perfume característico da alfazema. Este chá é bastante usado nos tratamentos de dor de cabeça e nevralgias, insônia, vertigens, bronquite crônica, nervosismo, asma brônquica, astenia, também contra problemas estomacais, como dispepsias, cólicas, flatulência e mau hálito.

Fonte: Remédio Caseiro / Cine e Séries



As Músicas Mais Marcantes do Cinema: Uma Linda Mulher (Pretty Woman - 1990)



Oh, Pretty Woman é uma canção lançada em agosto de 1964, que foi um sucesso mundial de Roy Orbison. A canção inspirou o filme de 1990, Uma Linda Mulher, estrelado por Richard Gere e Julia Roberts, sendo o tema principal da trilha sonora.

Nome da música: Oh, Pretty Woman
Composta por: Roy Orbison





Grande abraço e até semana que vem.


11 de agosto de 2013

Dia dos Pais

Todos os anos, no segundo domingo de agosto, comemoramos o dia dos pais. Nesse ano circula uma propaganda que questiona o porquê deste dia ser dedicado aos pais, uma vez que ele – o pai – não passa pelas mesmas mazelas que as mães.

Os pais merecem o seu dia tanto quanto as mães o merecem, afinal, eles sofrem junto com elas os nove meses de mudança hormonal que a mulher passa durante sua gestação. Ele vive cada segundo de felicidade desses meses, não sofre as dores do parto, mas em muitos casos chegam a desmaiar quando percebem que o bebe está chegando.

Não amamentam, não param suas vidas por completo para ficarem à disposição daquela pessoinha que chora-mama-arrota-fazcocô, mas se derretem ao primeiro sinal de um sorriso. A maior parte dos pais julgam ser sua – e apenas sua – a responsabilidade de prover não só o alimento, mas também a segurança material de seus filhos, trabalham para isso. Já ouvi de diversos amigos esse tipo de raciocínio.

Sim é sua responsabilidade, mas não se resume nisso. Hoje a maioria dos casais estão compartilhando todas as responsabilidades, de trocar fraldas a trabalhar muito para comprá-las. Ótimo, mas não nos esqueçamos jamais que além das fraldas, coeiros, educação, alimentação etc, a criança precisa de atenção, carinho e muito amor. Precisa aprender desde cedo os limites e em quem confiar. Os pais e mães modernos lutam diariamente para conseguirem transmitir esses sentimentos e valores tão necessários para a formação de um ser humano.

Muitos conseguem e nos inspiram a acreditar que ainda é possível investir no ser humano. Uma querida amiga dos bons tempos da faculdade e do coral, hoje profissional muito competente, publicou um SMS que recebeu de seu pai: "Oi filha. Sabe quantos presentes do dia dos pais você já me deu? Resp: 11.500. O primeiro, eu não esqueço, foi o dia em que você nasceu. Bjos".

Só por isso o dia dos pais vale muito, para que momentos de ternura explicita como esses se repitam muitas e muitas vezes. Não tenho mais meu pai comigo, mas ainda sou capaz de ouvir sua voz me dizendo: Nenê, eu te amo! Feliz dia dos pais!


10 de agosto de 2013

O Eterno Peso da Mente

Fonte: Arquivo Pessoal
Recentemente, vi um post de minha grande amiga Thaís, que comanda de forma tão linda esse blog, sobre seu peso. Há pouco tempo também, eu mesmo publiquei aqui sobre um regime. 

Antes, esse regime havia sido mental e espiritual. Também físico, mas, antes do corpo, pensei em me livrar dos papeis, de objetos e roupas que simplesmente não me pertenciam mais. Somos assim: após um tempo de caminhada nesse mundão de meu Deus, acumulamos uma bagagem de experiências e tranqueiras. Coisas essas que não nos acrescentam mais: papeis de bala, folders coloridos que guardamos porque são bonitinhos, envelopes nunca endereçados, pastas e mais pastas de contas pagas há mais tempo que o recomendado, ou seja, as tralhas nossas de cada dia que, justamente por nossas insanas correrias, acumulamos e não encontramos tempo para nos livrarmos e ficarmos mais leves.

Então, li o post e fiquei tocado. Conheço a Tha (como carinhosamente a chamamos) há quase dez anos e sei do quanto esse ser aí é maravilhoso.

Quero dizer aqui Tha, publicamente, como admiro e sempre admirei sua força de vontade. Estou também nessa luta de deixar de lado o que gosto, mas, que nem sempre é positivo, para atingir um objetivo maior.

Com o tempo (e milhares de quilômetros em esteiras e centenas de abdominais), percebemos que toda aquela ânsia por nos satisfazer, na verdade não satisfazia nada: sequer preenchia um vazio. Somente nos fazia culpar algo inerente a nós: por quê? Por quê? Por quê? Quando saímos dessa zona de conforto em nos culpar e passamos a fazer algo por nós, a visão de mundo muda: muita gente pode, eu também, e vou!

E é nessa pegada que a gente começa, passo a passo, um de cada vez, a construir nossos pequenos grandes sucessos: um quilo a menos, um curso terminado, uma conquista profissional, e por ai vai.

Temos que acreditar e lutar. Fácil? Nunca foi e nunca será, mas estamos a caminho. O mais importante é vencermos os fantasmas dentro de nossas mentes. Esse sim é o que nos dá peso e medo. Quando vencemos essa barreira, tudo parece mais claro e duradouro, é como se não existissem mais amarras!

Thá, estamos ai contigo, menina! Força sempre! E sempre parabéns!


8 de agosto de 2013

Salmão Assado com Molho de Iogurte e Ervas


Minha irmã Marli é praticamente uma especialista na cozinha quando o assunto é salmão. Não perco uma oportunidade de saborear quando ela prepara, pois é muito bom mesmo. Da última vez, ela elaborou esse molhinho de iogurte com ervas que "casou" perfeitamente com esse peixe. Vamos aprender?


Ingredientes para o Salmão:
1 kg de salmão (peça inteira)
3 dentes de alho picadinhos
1 pitada de pimenta calabresa e do reino
1 colher (sobremesa) de ervas finas desidratadas
1 colher (sobremesa rasa) de sal
1 colher (sobremesa) de manteiga

Modo de Preparo:

Tempere a peça de salmão com o alho picadinho, as pimentas, as ervas finas e o sal. Forre uma assadeira com papel alumínio e coloque o salmão. Cubra a peça com as laterais do laminado. Leve ao forno médio, preaquecido, por 20 minutos ou até cozinhar. Retire o papel, espalhe pedacinhos de manteiga por cima do salmão e deixe por mais 10 minutos.

*****************

Ingredientes do Molho:
170 gramas de iogurte desnatado (01 pote) 
1/2 limão grande 
1 colher (sobremesa) de vinagrete desidratado
1 colher (sobremesa) de hortelã fresca picada
1 colher (sobremesa) de manjericão fresco picado 
1 colher (café) de azeite
sal a gosto
pimenta calabresa e do reino a gosto


Modo de Preparo:

Para o molho, misture o iogurte, o limão e demais temperos. Sirva por cima do salmão assado. Bom Apetite!


7 de agosto de 2013

Gelatina Cremosa Light


Essa sobremesa é ideal para quem está de dieta ou não pode comer açúcar. Somente três ingredientes e pronto. Curtiu? Então, vamos para a cozinha!


Ingredientes:
1 pacote de gelatina zero açúcar do sabor de sua preferência
1 ½ pote (255g) de iogurte desnatado sem açúcar e sem gordura
1 xícara (chá) de água fervente


Modo de Preparo:

Dissolva a gelatina na água fervente. Após, bata a mistura com o iogurte no liquidificador por 1 minuto. Coloque em tacinhas individuais e leve na geladeira por, no mínimo, 1 hora antes de servir.

Bom Apetite!

6 de agosto de 2013

Aperitivo de Berinjela


Aqui em casa sempre tem berinjela, porque, tanto eu quanto minha mãe, somos apaixonadas por esse fruto. E para não ficar sempre nas mesmas receitas, eu pesquiso na internet até encontrar novas dicas e modo de preparo. Assim, vi esse aperitivo no site M de Mulher e não perdi tempo. Adorei o resultado e, com certeza, essa receita será repetida diversas vezes =)


Ingredientes:
1 kg de berinjelas médias
2 colheres (sopa) de sal
1 xícara (chá) de vinagre branco
1 cebola média em cubinhos
3 dentes de alho
2 folhas de louro em pedaços
orégano a gosto
azeite a gosto
pimenta a gosto


Modo de Preparo:

Corte a berinjela média em fatias finas – mais ou menos da espessura de uma casca de banana. Depois, empilhe as fatias e corte-as em filetes pequenos. Polvilhe as 2 colheres de sopa de sal, misture bem e deixe em um escorredor com um peso por cima por 2 horas (coloquei uma panela bem pesada).

Lave as berinjelas em água corrente e esprema bem para retirar todo o líquido. Espalhe os filetes em uma tigela e regue com uma xícara de chá de vinagre branco. Deixe descansar por mais 2 horas. 

Escorra novamente, apertando bem para sair o excesso de líquido e tempere a berinjela com os dentes de alho picados, as folhas de louro esmigalhadas, a pimenta e orégano a gosto. Regue com azeite, mexa bem e verifique o sal.

Transfira para um pote com tampa e guarde na geladeira até o dia seguinte para os temperos se misturarem bem.

Bom Apetite!

5 de agosto de 2013

Segunda Saudável: Manjericão

Fonte: M de Mulher
O manjericão é um arbusto pequeno, muito ramificado e perfumado. Na sua família existem muitos tipos: o alfavacão, o manjericão de folha larga, o de folha miúda, também chamado de basilicão e o de folhas roxas. Todos eles têm os mesmos princípios ativos. A diferença está no sabor mais ou menos ativo.

O Manjericão favorece aos que têm digestão difícil, gazes, asia, dores de cabeça em conseqüência de alimentação pesada ou inadequada. Facilita o funcionamento dos intestinos, é diurético. Ë bom para tosses, vômitos, mau hálito. Ajuda, junto com a Malva e a sálvia nas infecções de boca.

Também é ótimo para cistite.

É uma erva muito utilizada nas preparações do nosso dia a dia e típica da Itália, sendo ingrediente essencial para a elaboração do molho pesto.O Manjericão possui compostos flavonoides altamente antioxidantes que protegem as células epiteliais (células que formam o revestimento das estruturas do corpo, incluindo os vasos sanguíneos) contra danos causados pelos radicais livres, ajudando a evitar que estes provoquem a oxidação do colesterol na corrente sanguínea. O eugenol, um dos componentes presente nesta erva, apresenta ação anti-inflamatória semelhante à aspirina e pode aliviar a dor de artrite e trazer conforto para síndrome do intestino irritável.

Veja o que mais o manjericão pode nos fornecer: 

- Ação antibacteriana 
- Auxilia na desintoxicação 
- Alto teor de luteína e zeaxantina benéficas para os olhos 
- Boa fonte de Magnésio (melhora do fluxo sanguíneo) 
- Fonte também de vitamina C, potássio, ferro, cálcio, betacaroteno. 

Por isso, o manjericão, além de saboroso, pode trazer benefícios na redução do colesterol ruim, controle da glicemia e na prevenção e tratamento de distúrbios crônico-degenerativos.

Fonte: Temperos / Cine e Series


As Músicas Mais Marcantes do Cinema: Missão Impossível (Mission: Impossible - 1996)


Baseado na série homônima de TV dos anos 60. Missão Impossível foi dirigido por Brian De Palma e teve Tom Cruise como o protagonista Ethan Hunt, com Jon Voight interpretando Jim Phelps (o mesmo nome do personagem principal da série).

Nome da música: Mission Impossible Theme
Composta por: Lalo Schifrin


Grande abraço e até semana que vem.



4 de agosto de 2013

Requeijão Light Caseiro


Por alguns dias, eu fiz a Dieta Dukan (a queridinha do momento). Aprendi muitas receitas maravilhosas e de baixa caloria. Em pouco tempo, emagreci 2 ou 3kg, porém engordei tudinho quando desisti da dieta (rs). Por  ser mais restritiva, não consegui segui-la corretamente, mas conheço algumas pessoas que se deram super bem com os princípios de Peter Dukan. Bom, esse post não é para falar sobre minha tentativa frustrada de emagrecimento, mas sim dessa receita que elaborei no período de dieta e que levo comigo para sempre, pois é muito leve e praticamente sem gordura. Vamos conferir?


Ingredientes:
1 xícara (chá) de queijo branco fresco ou ricota em cubos
½ xícara (chá) de leite quente
Pitada de sal


Modo de Preparo:

No liquidificador, coloque o queijo branco e clique em pulsar até ele se desfazer. Aos poucos, acrescente o leite até formar uma consistência cremosa. Finalize com uma pitada de sal. Sirva gelado.

Tempo de duração: 2 a 3 dias após o preparo.

Bom Apetite!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes