10 de agosto de 2013

O Eterno Peso da Mente

Fonte: Arquivo Pessoal
Recentemente, vi um post de minha grande amiga Thaís, que comanda de forma tão linda esse blog, sobre seu peso. Há pouco tempo também, eu mesmo publiquei aqui sobre um regime. 

Antes, esse regime havia sido mental e espiritual. Também físico, mas, antes do corpo, pensei em me livrar dos papeis, de objetos e roupas que simplesmente não me pertenciam mais. Somos assim: após um tempo de caminhada nesse mundão de meu Deus, acumulamos uma bagagem de experiências e tranqueiras. Coisas essas que não nos acrescentam mais: papeis de bala, folders coloridos que guardamos porque são bonitinhos, envelopes nunca endereçados, pastas e mais pastas de contas pagas há mais tempo que o recomendado, ou seja, as tralhas nossas de cada dia que, justamente por nossas insanas correrias, acumulamos e não encontramos tempo para nos livrarmos e ficarmos mais leves.

Então, li o post e fiquei tocado. Conheço a Tha (como carinhosamente a chamamos) há quase dez anos e sei do quanto esse ser aí é maravilhoso.

Quero dizer aqui Tha, publicamente, como admiro e sempre admirei sua força de vontade. Estou também nessa luta de deixar de lado o que gosto, mas, que nem sempre é positivo, para atingir um objetivo maior.

Com o tempo (e milhares de quilômetros em esteiras e centenas de abdominais), percebemos que toda aquela ânsia por nos satisfazer, na verdade não satisfazia nada: sequer preenchia um vazio. Somente nos fazia culpar algo inerente a nós: por quê? Por quê? Por quê? Quando saímos dessa zona de conforto em nos culpar e passamos a fazer algo por nós, a visão de mundo muda: muita gente pode, eu também, e vou!

E é nessa pegada que a gente começa, passo a passo, um de cada vez, a construir nossos pequenos grandes sucessos: um quilo a menos, um curso terminado, uma conquista profissional, e por ai vai.

Temos que acreditar e lutar. Fácil? Nunca foi e nunca será, mas estamos a caminho. O mais importante é vencermos os fantasmas dentro de nossas mentes. Esse sim é o que nos dá peso e medo. Quando vencemos essa barreira, tudo parece mais claro e duradouro, é como se não existissem mais amarras!

Thá, estamos ai contigo, menina! Força sempre! E sempre parabéns!


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes