29 de outubro de 2014

Catchup Caseiro


Se podemos fazer uma receita caseira e mais saudável, por que não prepará-la? Garanto que o resultado desse Catchup irá te surpreender pela semelhança com o industrializado e agradará o paladar da criançada!
 
 
Ingredientes:
1 kg de tomate bem maduro
1 laranja grande
1/2 copo (requeijão) de açúcar mascavo
1/2 copo (requeijão) de vinagre
4 colheres (sopa) de azeite
1 cravo
1/2 colher (café) de gengibre ralado
pitada de coentro em pó
pitada de sal
 
Modo de Preparo:
 
Corte os tomates em pedacinhos e coloque-os numa panela grande junto com o suco da laranja, o açúcar, o gengibre, o vinagre e demais temperos.
 
Deixe cozinhar, em fogo baixo, por, aproximadamente, 50 minutos, mexendo de tempo em tempo.
 
Após formar uma consistência cremosa igual 'catchup', bata tudo no liquidificador.
 
Coloque em potinhos de vidro higienizados e conserve na geladeira por até 10 dias.
 
Bom Apetite!
 

26 de outubro de 2014

Berinjela Cremosa com Canela


 
Uma receitinha bem especial que conquistará o seu paladar e o seu coração: berinjela refogada com creme de ricota e pitada de canela em pó. Experimente essa combinação diferente e muito... muito gostosa!
 

Ingredientes:
1 berinjela grande cortada em cubos
1 cebola cortada em cubos
2 dentes de alho picados
1 colher (sopa) de creme de ricota
Cebolinha picada
Pitada de sal
Pitada de canela em pó
Azeite
Modo de Preparo:

Doure o alho e a cebola em um fio de azeite. Em fogo baixo, acrescente a berinjela e deixe cozinhar até amolecer. Junte o requeijão ou creme de ricota, a canela e o sal. Finalize com cebolinha.

Bom apetite!


21 de outubro de 2014

Salada de Macarrão de Arroz com Atum, Passas, Cenoura e Pimentão Vermelho


Ao percorrer os corredores do supermercado, me deparei com Macarrão de Arroz Tipo Parafuso (sem glúten). Comprei e testei no mesmo dia. Percebi que essa massa é bem mais leve do que a tradicional (trigo) e muito saborosa. Recomendadíssimo!
 
 
Ingredientes:
200g de macarrão de arroz
2 cenouras grandes raladas
1 pimentão vermelho grande cortado em cubinhos
100g de uvas passas
1 lata de atum
1 limão grande
3 colheres (sopa) de maionese de boa qualidade
azeite a gosto
orégano a gosto
cheiro verde a gosto
 
 
Modo de Preparo:
 
Cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem e, após, dê um choque térmico com água fria. Escorra toda a água e transfira para um recipiente grande.
 
Junte as cenouras, o pimentão, as uvas passas e o atum. Misture bem e tempere com o suco do limão, a maionese, o azeite, o orégano e o cheiro verde. Não há necessidade de sal, pois a maionese já contém.
 
Sirva em seguida ou leve à geladeira.
 
Bom Apetite!
 
14 de outubro de 2014

Pizza de Berinjela


Pasme: eu comeria umas duzentas pizzas dessa. É sério. A coisa é tão boa que, quando fiz pela primeira vez, marquei bobeira de optar por uma única berinjela (#chateada). Deixando a brincadeira de lado, essa receitinha é show. Mesmo para aquela pessoa que não é fã, com certeza terá uma nova opinião.
 
 

Ingredientes:
1 berinjela grande cortada em rodelas de, aproximadamente, 2 cm
1 tomate grande em rodelas
½ colher (café) de sal
2 colheres (sopa) de requeijão light ou creme de ricota
Orégano a gosto
Azeitona a gosto
Queijo ralado a gosto

Modo de Preparo:

Em uma bacia com água e o sal, coloque as rodelas de berinjela e deixe de molho por 20 minutos. Após escorra a água e, em uma forma levemente untada com azeite, espalhe a berinjela. Coloque as rodelas de tomate por cima e após, o requeijão ou creme de ricota, o orégano, o queijo ralado e a azeitona. Leve para assar em forno médio por, aproximadamente, 20 minutos ou até dourar.

Bom Apetite!
 

P.S.: O recheio pode variar. Que tal acrescentar frango desfiado, ricota temperada ou atum? Fica incrível!
 

13 de outubro de 2014

Segunda Saudável: Tucumã

Fonte: Portal Amazônia
O tucumã é uma fruta de palmeira natural da Amazônia. Tem sabor salgado e oleoso. Fruto do tucumanzeiro, palmeira que chega a alcançar 10m de altura. Essa palmeira produz cachos com numerosos frutos de formato ovóide, casca amarelo-esverdeada e polpa fibrosa, amarela, característica, que reveste o caroço. A casca é também utilizada para fazer cosméticos. Da sua palmeira aproveitam as folhas, que são bastante resistentes e utilizadas para produção de cordas, redes de pesca e de dormir. Sua madeira é dura e resistente utilizada na fabricação de utensílios em geral.
 
Em outras regiões, o tucumã também é conhecido como: acaiúra, acuiuru, coqueiro-tucumã, tucum, tucumã-açu, tucumã-arara, tucum-açu, tucumaí-da-terra-firme, tucumãí-uaçu, tucumã-piririca, tucumã-purupuru e tucum-do-mato.
 
O tucumã tem características semelhantes à forma e composição do buriti.
 
Em Manaus, a polpa da fruta é consumida in natura ou comumente em recheio de tapiocas, sanduíche, ingrediente para pizza... Comum nos cafés das manhãs regional, e também em alguns pratos típicos da culinária local. Pra quem não é de Manaus, as primeiras mordidas lembra o gosto de madeira.
 
O sanduiche de tucumã, o “x-caboquinho”. Feito com pão francês, queijo coalho, tucumã e, em alguns casos, banana frita, ele é a atração principal dos cafés regionais que se espalham pelo estado. Na escola: caboclo é a mistura do branco com o índio. Portanto, o homem da floresta: no seu próprio falar, o “caboco” ou “cabuco”. O termo, especialmente em centros urbanos, pode ganhar conotação pejorativa. Mas, no batizar do sanduíche, o X afastou o risco da referência provinciana e o diminutivo (caboquinho) conferiu um tom carinhoso ao nome. Não é só a sua popularidade que nos chama a atenção: o x-caboquinho na sua preparação levam 2 tucumãs, o que bastaria 1 para suprir as necessidades diárias de Vit A. Logo, o fruto não é só gostoso, também é nutritivo.
 
Fonte: Descobrindo a Amazônia / Revista Rolling Stones
 
 
 
As 100 Maiores Músicas Brasileiras: "Sentado à Beira do Caminho" – Erasmo Carlos (nº 74)

 
A canção apareceu primeiro em compacto simples, em 1969. Ao ser incluída no último disco de Erasmo Carlos para a RGE, “Sentado à Beira do Caminho” tornou-se um hit nacional. A letra traz a desilusão amorosa irreversível. A inspiração da melodia e do clima da música veio de “Honey”, do americano Bobby Goldsboro, lançada um ano antes.
 
 
 
Grande abraço e até semana que vem.

11 de outubro de 2014

Filé de Frango Grelhado com Curry e Erva Doce ao Chutney de Manga


A receita de hoje surgiu assim: uma mistura do que tinha no armário e na geladeira. O resultado: simplesmente SENSACIONAL. Parece comida bem chique, mas com a praticidade do dia a dia com grau de dificuldade praticamente zero =)


Ingredientes - Tempero do frango:
500g de filé de frango
4 limões médio
4 dentes de alho espremidos
1 colher rasa (café) de curry
½ colher rasa (café) de erva doce
1 colher rasa (sobremesa) de sal
Pitada de orégano


Modo de Preparo:

Misture todos os temperos e deixe os filés de frango marinando por, no mínimo, 2 horas antes de grelhar.

 *****************

Ingredientes do Chutney de Manga:
1 manga média cortada em cubinhos
2 dentes de alho bem picados
1 colher (café) de azeite
1 colher (sobremesa) de mostarda
1 colher (sobremesa) de vinagre
Pitada de canela em pó
Pitada de sal

Modo de Preparo:

Doure o alho no azeite e junte a manga. Refogue até amolecer bem. Incorpore os demais temperos e apure por 5 minutos, em fogo baixo.
 
Sirva em seguida juntamente com os frangos grelhados.

Bom Apetite!
 
 
7 de outubro de 2014

Refogado de Abobrinha com Gengibre e Pimenta


Já percebeu que amamos abobrinha, né? Para nós, ela é um dos legumes mais fáceis de preparar e com um sabor delicioso. Na versão de hoje, a nossa "estrela" encaixa-se perfeitamente com a dupla "gengibre e pimenta".
 
 
Ingredientes:
2 abobrinhas médias cortadas em cubos
1 cebola cortada em cubos pequenos
2 dentes de alho bem picados
1/2 colher (café) de gengibre bem picadinho
pimenta vermelha a gosto
sal a gosto
azeite
 
Modo de Preparo:
 
Doure a cebola e o alho em um fiozinho de azeite. Após, acrescente os cubos de abobrinha e deixe refogar, em fogo baixo, até ficar macios. Junte o gengibre, a pimenta vermelha e o sal. Apure por mais alguns minutinhos até chegar na sua consistência preferida (mais al dente ou bem macia).
 
Bom Apetite!
 
5 de outubro de 2014

Palavras... palavras...palavras!!

A cada dia que passa fico mais e mais cansada das propagandas da televisão. O conteúdo delas a cada dia nos faz parecer cada vez mais idiotas, e assim me sinto ao pensar que elas continuam sendo veiculadas porque recebem respostas positivas.
 
Tem uma que nos apresenta uma família entediada e que resolvem cometer os piores absurdos para “animarem” seu dia, mas se eles assinassem determinada TV à cabo não sofreriam esses problemas. Tinha outra, também de TV a cabo em que o filho renegava o pai, e queria ser filho do vizinho porque ele tinha uma assinatura com muitos canais e vantagens. Uma propaganda de sandálias quer me fazer acreditar que se eu calçar a sua marca me tornarei tão maravilhosa quanto a modelo. Outra quer me convencer que basta eu comprar a sua marca de arroz me tornarei uma boa cozinheira, e por aí vai. Fico pensando com meus botões, o que essas propagandas realmente querem nos vender: uma assinatura de TV a cabo ou a confirmação de que somos meros objetos, coisas descartáveis que não podem conviver juntas de forma harmoniosa sem o seu produto.
 
Quem pode acreditar de verdade que ao calçar uma sandália se transformará em uma modelo? Quem acredita de verdade que esta ou aquela marca o fará mais feliz? Então o valor de um pai está na sua capacidade financeira em adquirir bens? Ou estaria na forma em que ama e educa seus filhos.
 
Vivemos em função das propagandas, dos produtos oferecidos no mercado, competimos uns com os outros para ver quem tem o produto mais caro e de marca mais famosa. Não tenho um super celular que acessa internet, com aplicativos de toda espécie que oferecem todo tipo de serviço. E já percebi que algumas pessoas me olham como se eu fosse um ser de outro planeta. Não falam comigo porque não tenho o tal de WhatsApp, não poderiam ligar? Passar em casa? Enviar um e-mail? Um cartão postal? Um sinal de fumaça que seja? Dia desses sai com amigos, e na mesa do bar eles estavam conversando através do celular, ou seja, sobrei no papo e ninguém me dava atenção.
 
Gosto do papo legal e descontraído, mas com as palavras sendo ditas e não escritas. Gosto de me reunir com minha família em volta de uma mesa para falarmos do passado do presente e do futuro, a TV pode ficar pra depois.
 
 
2 de outubro de 2014

Cozido de Carne com Batata Doce e Cenoura na Laranja


Abro a geladeira, pensando nas possibilidades que tenho para complementar minha tradicional carne de panela e encontro batata doce, cenoura e laranja. Será que fica bom? Fica, aliás fica muito bom!
 

Ingredientes:
600g de carne em cubos médios (usei patinho)
2 cebolas grandes cortadas em cubos
1 cenoura grande cortada em rodelas de 1 cm
1 batata doce grande cortada em rodelas de 1 cm
2 laranjas grandes
½ copo (requeijão) de água
Sal a gosto
Pimenta a gosto
Orégano a gosto
Cheiro verde a gosto

Modo de Preparo:

Aqueça a panela de pressão e, após, coloque os cubos de carne e não mexa (não tem necessidade de usar óleo). Deixe “fritar” em fogo médio até mudar de cor (de vermelho para ferrugem). Nessa mudança, misture toda a carne e junte a cebola picada. Refogue por mais 5 minutos e incorpore o suco de 2 laranjas, ½ copo de água, sal, pimenta e orégano. Misture e tampe a panela. Deixe na pressão, após o apito, por 15 minutos.
 
Passado o tempo, desligue o fogo e aguarde a pressão sair.
 
Abra a tampa com cuidado e junte a batata doce e a cenoura. Se houver necessidade, acrescente mais ½ copo de água. Tampe e deixe por mais 8 minutos na pressão.
 
Finalize com cheiro verde. Bom Apetite!
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Visitantes