11 de agosto de 2013

Dia dos Pais

Todos os anos, no segundo domingo de agosto, comemoramos o dia dos pais. Nesse ano circula uma propaganda que questiona o porquê deste dia ser dedicado aos pais, uma vez que ele – o pai – não passa pelas mesmas mazelas que as mães.

Os pais merecem o seu dia tanto quanto as mães o merecem, afinal, eles sofrem junto com elas os nove meses de mudança hormonal que a mulher passa durante sua gestação. Ele vive cada segundo de felicidade desses meses, não sofre as dores do parto, mas em muitos casos chegam a desmaiar quando percebem que o bebe está chegando.

Não amamentam, não param suas vidas por completo para ficarem à disposição daquela pessoinha que chora-mama-arrota-fazcocô, mas se derretem ao primeiro sinal de um sorriso. A maior parte dos pais julgam ser sua – e apenas sua – a responsabilidade de prover não só o alimento, mas também a segurança material de seus filhos, trabalham para isso. Já ouvi de diversos amigos esse tipo de raciocínio.

Sim é sua responsabilidade, mas não se resume nisso. Hoje a maioria dos casais estão compartilhando todas as responsabilidades, de trocar fraldas a trabalhar muito para comprá-las. Ótimo, mas não nos esqueçamos jamais que além das fraldas, coeiros, educação, alimentação etc, a criança precisa de atenção, carinho e muito amor. Precisa aprender desde cedo os limites e em quem confiar. Os pais e mães modernos lutam diariamente para conseguirem transmitir esses sentimentos e valores tão necessários para a formação de um ser humano.

Muitos conseguem e nos inspiram a acreditar que ainda é possível investir no ser humano. Uma querida amiga dos bons tempos da faculdade e do coral, hoje profissional muito competente, publicou um SMS que recebeu de seu pai: "Oi filha. Sabe quantos presentes do dia dos pais você já me deu? Resp: 11.500. O primeiro, eu não esqueço, foi o dia em que você nasceu. Bjos".

Só por isso o dia dos pais vale muito, para que momentos de ternura explicita como esses se repitam muitas e muitas vezes. Não tenho mais meu pai comigo, mas ainda sou capaz de ouvir sua voz me dizendo: Nenê, eu te amo! Feliz dia dos pais!


Um comentário:

  1. Emocionante Lu!!! Adorei... Parabéns querida, você usa as palavras muitíssimo bem. Beijos Bia.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes