18 de julho de 2011

Segunda Saudável: Agrião

Muito conhecido aqui no Brasil e sempre presente em receitas sofisticadas ou simples saladas frias , o agrião é uma planta aquática originária da Europa. O agrião é facilmente encontrado em qualquer supermercado ou feira em todo o país, uma vez que aclimatou-se muito bem por aqui --- fato que facilitou o seu cultivo em território nacional.


O sabor levemente amargo e picante de seu caule e folhas incrementa saladas , sopas e sucos , mas o que poucas pessoas sabem é que o agrião também pode ser utilizado como tratamento cosmético para caspa e em loções contra acne. Rico em enxofre , esta planta é útil também para evitar a queda de cabelo e, possuir grande quantidade de vitamina C e sais minerais , como remédio contra o raquitismo .

Combinado corretamente com dente-de-leão , folhas de bétula e folhas de urtiga , o agrião trata de insuficiências renais ,alterações das funções do fígado e bexiga e em perturbações do metabolismo em geral . Porém , deve-se observar que a ingestãode agrião em quantidades excessivas pode causar irritações no estomago e o uso durante a gestação ou amamentação deve ser acompanhado por um médico.

Antes de utilizar-se do agrião , é importante lavar cuidadosamente as folhas , pois esta pode conter larvas. O ideal é deixa-las , depois de lavadas , mergulhadas em agua e sal durante meia hora , enxaguando-as em água corrente em seguida .

Indicação

Fitoterápico: O agrião é utilizado no tratamento de bronquite e escorbuto , nos cálculos , como diurético, como depurador de sangue e para tratar peles com acnes ou eczemas.

Fiticosmético: Para tratar e combater a caspa e a queda de cabelos.

Contra-indicação

Não deve ser usado nos casos de inflamações das vias urinárias, assim como nos de úlcera gástrica e duodenal. Não é indicado para crianças menores de quatro anos de idade.

Como escolher e usar

Deve-se escolher o agrião que tenha folhas bem verdes e firmes. Folhas amareladas e murchas indicam um começo de fermentação que desaconselha seu uso.

Dessa hortaliça aproveitam-se as folhas e os talos. O principal valor nutritivo do agrião está, em grande parte, nos talos. Um dos erros que muitos cometem é, pois, o de comer só as folhas e desprezar os talos, que incorporam importantes princípios ativos.

Bem lavada, galho por galho, essa hortaliça deve, antes de ser utilizada em saladas, ser colocada de molho em uma solução clorada. Tal solução deve ser preparada com um produto à base de hipoclorito de sódio vendido em farmácias e supermercados como higienizador para verduras.

Pode ser comido ao natural, como salada, complemento de sanduíches e recheio de assados, mas também pode ser ingrediente de sopas, cremes e purês.

Propriedades nutricionais

O agrião é composto de 93% de água. Cada 100 g de agrião contém cerca de 23 calorias.

O agrião é um dos vegetais folhosos com maior valor nutritivo, sendo, por isso, altamente recomendado seu consumo freqüente em saladas cruas.

É riquíssimo em vitaminas e minerais. Nele se encontra mais ferro do que na couve e na alface.

Contém, igualmente, boa proporção de cobre. Também é fonte de vitamina A, B1, B2 e B3. É alimento rico em enxofre, cálcio, vitamina C, iodo e ferro, minerais de grande importância para o organismo.

Benefícios à saúde

Tonifica o estômago e abre o apetite. É diurética, adstringente, antiescorbútica, refrescante, fortificante, antidiabética e depurativa. Apresenta real valor contra as enfermidades da pele, como herpes, borbulhas etc. É também bom para curar icterícia. Tem sido igualmente recomendado nas enfermidades do fígado e dos rins.

Em saladas, come-se agrião para combater o reumatismo, gota, artritismo, inchação das glândulas, debilidade do coração e nervos. O suco de agrião tem virtudes vermífugas.

O agrião encerra também apreciável quantidade de iodo, elemento indispensável ao organismo humano e cuja falta perturba o funcionamento da glândula tireóide.

Agora, vamos para a Banda da semana...Alice in Chains!
Google Imagens
 
Alice in Chains é uma banda norte-americana de rock formada em 1987 em Seattle, Washington, pelo vocalista Layne Staley e o guitarrista Jerry Cantrell.Apesar de vastamente associada ao grunge, o som da banda incorpora elementos do heavy metal, glam rock, hard rock e de música acústica.A banda alcançou fama internacional como parte do movimento grunge do início dos anos 90, ao lado de bandas como Nirvana, Soundgarden e Pearl Jam. É uma das bandas mais bem sucedidas comercialmente da década de 1990, tendo vendido aproximadamente 15 milhões de álbuns ao redor do mundo, além de ter dois álbuns na primeira posição da Billboard 200, 11 singles nas dez primeiras posições na parada Mainstream Rock Tracks e seis indicações ao Prêmio Grammy.
 
Mesmo nunca oficialmente debandado, a banda foi contaminada por extensa inatividade devido aos problemas de Layne Staley com drogas, culminando em sua morte em 2002. O Alice in Chains se reuniu novamente em 2005 e em 2009 terminaram a gravação de seu primeiro álbum de estúdio em quatorze anos com o novo vocalista, William DuVall. O álbum, intitulado Black Gives Way to Blue, foi lançado em setembro de 2009 pela Virgin/EMI.O resultado superou todas as expectativas, trazendo de volta a essência do Alice in Chains,graças ao talento de Jerry Cantrell, que canta e assina a composição da maioria das músicas, a tradicional mistura de canções pesadas movidas a guitarras distorcidas,com baladas embaladas por violão,nos leva de volta ao auge dos anos 90.
 
Curtam agora um dos seus maiores sucessos em uma versão acústica show de bola...Would?


 
 

Long Live, Rock´n Roll!

Abração e até semana que vem...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes