8 de novembro de 2012

Insegurança

Marcelo Theobald / O Globo
Temos visto pelos meios de comunicação, que mais uma vez a sociedade paulista está sendo vítima de ataques criminosos. Os policiais, em seus momentos de folga, aumentam a lista de vítimas. Ao que dizem, isso é uma forma de represaria contra prisões e mortes de pessoas ligadas a uma facção criminosa. 

Não entendo nada disso, não trabalho com segurança pública, pouco posso opinar. Mas cidadão posso dizer que me sinto muito insegura. Tenho medo de sair para comemorar o aniversário de um amigo em um local público e, de repente, alguém chegar atirando. Infelizmente, esses eventos não estão ocorrendo apenas na capital. 

Também tenho sentindo muito medo de ir ao banco pagar uma conta, o caixa eletrônico pode explodir a qualquer momento. Medo também sinto de andar nas ruas e ser atropelada, de ter minha casa invadida por estranhos e ter o pouco que tenho simplesmente levado embora, e ainda ter de agradecer por apenas terem roubado minhas coisas não terem praticado nenhum tipo de violência contra mim ou minha família. 

Estranho esse mundo que vivemos, onde o medo é o sentimento tão vibrante. As eleições acabaram, e com ela acabaram-se as promessas, o momento é de agir, o momento clama por ações enérgicas e não por discursos vazios e demagógicos. 

As famílias das vítimas não querem ou precisam de palavras, precisam saber que a morte de seu ente querido não ficará impune e não será em vão. Precisam saber que realmente há pessoas com intenção de protegê-las e de fazer justiça. Não apenas os familiares das vítimas, mas toda sociedade precisa dessa resposta, de mais segurança e tranqüilidade. 

Para que realmente nossa sociedade conquiste a paz necessária, as causas desses acontecimentos devem ser combatidas desde a raiz. Não basta que medidas superficiais sejam tomadas para minimizar o problema. As ações precisam ser direcionadas aos pontos exatos, de onde parte as ordens para as ações, quem as recebe e quem as executa. Mas principalmente deve identificar qual é a sua verdadeira origem. 


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes