12 de março de 2012

Segunda Saudável: Jaca

Google Imagens
As frutas trazem muitos benefícios a nossa saúde, muitas pessoas nem se quer reconhecem o valor dos alimentos que consumem diariamente.

A jaca nunca foi vista como uma fruta capaz de oferecer algum tipo de beneficio para o nosso organismo. Porém, ela também possui os seus valores nutricionais que são fundamentais para a nossa saúde.

A jaqueira é uma árvore tropical de grande porte, pertencente à família das Moraceae, nativa da Índia. Esta espécie produz o maior de todos os frutos comestíveis que crescem diretamente sobre o tronco de árvore, a jaca, que é cultivada principalmente na Ásia e no Brasil.

Chegando a pesar mais de 30 quilos, as jacas são frutos de grandes dimensões apreciados por serem suculentos, aromáticos e saborosos. Caracterizam-se por possuírem formato ovalado, casca com pequenas saliências pontiagudas e verde quando imaturos. Atingem a cor verde-amarelado ao amarelo-marrom quando estão maduros e prontos para o consumo. No interior da fruta encontra-se a polpa fibrosa de cor amarelada, que contém várias sementes dispersas (bagos), que possuem de 2 a 3 cm de comprimento.

Há duas variedades de jaca: uma possui os bagos de consistência mole e pastosa, com uma textura semelhante ao de uma ostra crua (jaca-mole). A outra variedade possui os bagos mais crocantes, de consistência um pouco endurecida conhecida como jaca-dura.

A jaca é consumida fresca, seca e em conserva. A polpa, que constitui de 25 a 40% do peso da fruta, é usada para o preparo de várias bebidas. Também são usadas para o preparo de doces, geléias e pode ser consumida cozida. Na Índia sua polpa é fermentada e transformada num tipo de aguardente. Além de ser uma fruta saborosa, a jaca traz alguns benefícios para a saúde. Por ser rica em potássio ajuda a reduzir a pressão arterial. É uma boa fonte de vitamina A, vitamina C, tiamina, niacina, ferro, sódio, cálcio, fibras, fósforo, etc. Rica em fitonutrientes, a jaca pode ajudar a combater o câncer e retardar a degeneração celular. As folhas da jaqueira são úteis para curar a febre, furúnculos e doenças de pele. O látex do fruto é útil no tratamento de faringite.

Cem gramas de Jaca fornecem 61 calorias.

Pesquisadores da USP de Ribeirão Preto desenvolveram uma pomada que evita a necrose de tecidos e diminui significativamente o tempo de recuperação para casos de queimaduras na pele. O agente ativo do medicamento é a lectina KM+, uma proteína presente na semente de jaca.

O mecanismo que resulta nesta evolução ainda está sendo estudado, mas sabe-se que o KM+ estimula a proliferação celular e a produção de colágeno, fatores fundamentais para a recuperação do tecido, segundo a pesquisadora. Além disso, ela conta que estão em andamento estudos para a aplicação da substância em cicatrizes cirúrgicas e outros tipos de lesões, por conta do papel regenerativo da proteína.

Se o uso tópico da pomada feita a base da semente de Jaca exerce esses poderes de regeração rápida do tecido, certamente seu consumo proporciona benefícios significativos ao Aparelho Digestivo e à Saúde. Aposte na Jaca!

Fonte: Saúde Esportiva / Wikipédia


Artista da semana... Johnny Cash!



Cantor e compositor estadunidense de música popular nascido em Kingsland, Arkansas, com uma carreira que durou quase cinco décadas, para muitos fãs a personificação do country. Conhecido por seus fãs como O Homem de Preto, era filho de um trabalhador rural pobre e alcoóolatra, que se mudou com sua família para uma fazenda em Dyess, Arkansas, onde com apenas cinco anos de idade, começou a trabalhar na colheita de algodão.

Começou a tocar violão e a compor ainda jovem e entrou para a Força Aérea Americana e serviu na Alemanha. Deixou a carreira militar e casou-se (1954) com Vivian Liberto, com quem teria 4 filhas e se divorciaria no início da década seguinte. Mudou-se (1954) para Memphis, Tennesse, onde inicialmente trabalhou como vendedor e, durante a noite, tocava com o guitarrista Luther Perkins e o baixista Marshall Grant, cantando músicas gospel. Descoberto por um produtor da Sun, Jack Clement, foi levado a presença do poderoso Sam Phillips. Convencido por Clement e Phillips a mudar para a música country, com as gravações iniciais de Hey Porter e Cry Cry Cry (1955) estourou nas paradas de sucesso. Depois do enorme sucesso de Folsom Prison Blues, que alcançou a primeira colocação nas paradas (1956), tornou-se o primeiro artista da Sun Records a lançar um álbum completo (1957) e o cantor mais prolífico e mais lucrativo da gravadora na época.

No ano seguinte deixou a Sun e foi para a Columbia Records, onde se tornou uma lenda country. Após o nascimento de seu primeiro e único filho homem, John Carter Cash (1969), estrelou seu próprio programa musical televisivo pela rede ABC (1969-1971). Aos 48 anos de idade, tornou-se o mais jovem indicado ao Hall da Fama da Música Country (1980). Nos anos seguintes começou a trabalhar como ator, principalmente em filmes televisivos, como em The Pride Of Jesse Hallam (1981) e em Murder In Coweta County (1983). Publicou seu único romance, Man in White (1986).

Com a saúde começando a debilitar (1997), não deixou de gravar e fazer shows sempre que suas condições físicas permitia. Morreu aos 71 anos, segundo os médicos do Hospital Batista de Nashville, EUA, onde estava hospitalizado, vítima de uma complicação vascular causada por diabetes. Viúvo, que morreu no início do ano, aos 73 anos, seu último disco foi American Recordings IV (2002). Sua segunda esposa, June Carter Cash, faleceu de complicações decorrentes de uma cirurgia do coração em 15 de maio (2003), aos 73 anos de idade.

Recomendo verem o filme Johnny e June,lançado em 2005, que relata a vida do cantor Johnny Cash, desde sua infância com a morte de seu irmão mais velho, o tempo de serviço militar de Johnny, seu casamento com Vivian e suas tentativas a principio infrutíferas de se tornar cantor em Memphis, a chegada do sucesso nas turnês com Elvis, Jerry Lee Lewis e June Carter e seu problema com as drogas. No entanto, o foco principal do filme é a relação de Johnny com a também cantora June Carter, ótimo filme!

O site NME, um dos mais conceituados sobre música dos EUA,elegeu o vídeo "Hurt", cover de música do Nine Inch Nails interpretada por Johnny Cash, o melhor de todos os tempos.Confiram a seguir.

Um grande abraço e até semana que vem. Long Live, Rock ‘n Roll \o/

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes