15 de julho de 2013

Segunda Saudável: Gergelim

Fonte: Portal da Agroindústria
O gergelim é uma das plantas mais antigas cultivadas pelo homem. Seu país de origem é incerto, porém alguns estudos mostram sua localização entre Ásia e a África.

Esta planta é cultivada desde a antiguidade. No Egito, por exemplo, no tempo dos faraós, o gergelim era utilizado para obtenção do óleo, os impérios entre os rios Tigre e Eufrates cultivavam comercialmente o gergelim e os orientais consideravam as sementes quase sagradas.

A semente chegou ao Brasil pelos portugueses no século XVI, daí foi sendo cultivado, tradicionalmente, como “cultura de fundo de quinta”. O grão era consumido em nível de fazendas, e havia raros excedentes para comercialização.

Como característica a planta atinge de 1,5 a 2m de altura. Suas flores são brancas, púrpura ou cor-de-rosa. Os frutos apresentam-se em formas umas cápsulas pubescentes contendo sementes achatadas chegando de 2 a 5 mm de comprimento, com normalmente em cor castanha, branca ou preta. Hoje a ciência já pode nos mostrar vários benefícios que a planta nos traz.


Consumo do Gergelim:

A melhor forma de consumir a semente é na forma integral; crua e com casca.

O gergelim umedece e lubrifica os intestinos em função da presença de ácido linol presente na casca de gergelim, aumentando o peristaltismo intestinal, o trânsito do bolo alimentar e ativando a circulação sanguínea na parede intestinal. Também evita e trata a prisão de ventre e hemorróidas.

Para as gestantes que apresentam prisão de ventre, o ideal é tomar suco desintoxicantes com gergelim para tratar este problema.


Benefícios:

O gergelim é uma excelente fonte de proteínas, rico em gorduras do bem (gorduras monoinsaturadas) e com grande concentração de fibras. É indicado no controle da glicemia sanguínea (açúcar no sangue). Além disso, o gergelim apresenta grande quantidade de cálcio, ajudando no controle da massa corporal gorda, tanto na lipólise (quebra de gordura), quanto na inibição da lipogênese (armazenamento de tecido adiposo. Apresenta também alto teor de fósforo e ferro e é rico em vitaminas do complexo B.

Além disso, o gergelim:
  • Fortalece os tendões e ossos;
  • Tonifica o fígado e os rins;
  • Tônico geral, principalmente após hemorragias;
  • Combate dores lombares e de joelhos, reumatismo;
  • Evita a queda e o branqueamento precoce dos cabelos;
  • Melhora a elasticidade da pele e desenvolve forte poder antioxidante nas células.


Gergelim x Perda de Peso:

O gergelim é ideal para quem procura boa forma ou mesmo uma dieta equilibrada, pois ele possui grande quantidade de fibras, o que auxilia no bom funcionamento do intestino.

Ele tem o poder de aumentar a saciedade, pois apresenta uma casca rica em fibras, que leva mais tempo para ser quebrado e digerido pelo organismo, assim acaba estendendo o período de “sentir fome”. Além das proteínas que estão presentes na semente, onde também auxiliam neste processo e ainda previnem a flacidez.

O gergelim em si não é o responsável pelo emagrecimento, mas as fibras insolúveis encontradas nele auxiliam na regulação do trato intestinal e saciedade.


Quantidade adequada para consumo: 

Não há estudos suficientes para ter certeza da quantidade diária exata que devemos ingerir, porém alguns estudos mostram que a ingestão de 30g/dia já nos traz benefícios, como a redução do risco de diabetes e obesidade por exemplo.


Pães ou Bolachas com Gergelim:

O ideal é que a semente seja ingerida em sua forma integral, porém qualquer alimento que apresentar em sua composição o gergelim vai trazer benefícios ao nosso corpo. Hoje já podemos encontrar vários alimentos que o possui, mas também podemos inseri-lo em nossas receitas caseiras, levando um toque mais saboroso como ao arroz e saladas.


Fonte: A Nutricionista / Cine e Series



As Músicas Mais Marcantes do Cinema: 2001 - Uma Odisséia no Espaço (2001: A Space Odyssey)



Obra-prima de Stanley Kubrick, 2001 - Uma Odisséia no Espaço é considerado um clássico absoluto da ficção científica. Foi reconhecido recentemente pela crítica e pelo público como um dos melhores filmes já feitos. Em 1991, foi classificado como "culturalmente, historicamente ou asteticamente significante" pela Biblioteca do Congresso dos EUA para ser preservado no National Film Registry.

Also sprach Zarathustra (a música que marcou o filme) é um poema sinfônico composto em 1896 por Richard Strauss, inspirado no tratado filosófico de mesmo nome escrito por Friedrich Nietzche. Sua introdução tornou-se muito conhecida por ter sido usada como tema musical no filme.

Nome da música: Also Sprach Zarathustra
Composta por: Richard Strauss


Grande abraço e até semana que vem.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes