30 de dezembro de 2013

Segunda Saudável: Carqueja

Fonte: Brasil Escola
A Carqueja é uma planta medicinal da Amazônia também conhecida como Bacanta, Bacárida, Cacaia, Calia, Cacália-Amarga, dentre outros nomes populares. Inclui os sinônimos botânicos Baccharis genistelloides, Baccharis triptera, Baccharis trimera, Baccharis trinervis, dentre outros. O chá de carqueja é amplamente consumido no Brasil e na maioria da América do Sul, onde a planta, muito utilizada em vários remédios fitoterápicos, é encontrada em toda extensão da Floresta Amazônica, incluindo Brasil, Colômbia e Peru. Também cresce em menor abundância em algumas regiões da Argentina, Paraguai e Uruguai. Pertence a família Asteraceae.
 
A Carqueja é uma rica fonte de flavonoides e possui propriedades semelhantes à silimarina, principio ativo encontrado na planta medicinal Cardo-Mariano (Silybum marianum), o que lhe confere grandes efeitos protetivos contra intoxicações e doenças hepáticas. O Chá de Carqueja é muito consumido para tonificar, equilibrar e fortalecer a função do fígado, assim como para eliminar vermes, toxinas e impurezas do fígado e da bile. Os benefícios da Carqueja ainda se estendem a pessoas com ressacas.
 
A Carqueja em forma de chá é comumente utilizado para emagrecer em programas para perda de peso, vez que ajuda a retardar a digestão e regulariza o sistema digestivo. Atua na função gastrointestinal, sendo utilizada para o tratamento de distúrbios digestivos como úlceras, gastroenterites, refluxo ácido e disfunções da válvula ileocecal; distúrbios da vesícula biliar, como pedras, dores, intoxicação e retardo na liberação da bile; desintoxicação do sangue, fígado, vesícula biliar, pâncreas e por fim; infecções virais estomacais, herpes simples e HIV, além e febres e diarreias.
 
As propriedades medicinais da Carqueja são facilmente assimiladas pelo sangue, fortalecendo o corpo e limpando as impurezas do sangue, podendo ser útil para o tratamento da anemia. O uso tradicional e preparação do chá de Carqueja consiste na infusão de uma boa quantidade da planta seca em cerca de um litro de água. O caule fresco e carnudo da Carqueja também pode ser mastigado para absorção das propriedades medicinais da erva.
 
A Carqueja é uma erva que contem até 20% de flavonóides, incluindo a quercetina, luteolina, nepetina, apigenina e hispidulina, sendo tais flavonoides considerados seus principais constituintes ativos. A Carqueja é um arbusto perene que atinge alturas de seis metros e ostenta flores branco-amareladas em sua coroa, entre os meses de abril e maio. A planta é suculenta, com talos altos de três lados e pêlos brancos, que crescem a partir do caule.
 
A Carqueja não deve ser utilizada durante a gravidez, vez que em testes com ratos apresentou efeito estimulante uterino e abortivo. Também deve ser evitado por pessoas com pressão arterial baixa devido a seus efeitos hipotensores. Pessoas com hipoglicemia e diabéticos devem ter controle sobre o nível de açúcar no sangue ao usar a Carqueja, vez que a planta pode baixar os níveis de glicose.
 
Fonte: Plantas Medicinais / Cine e Séries
 
 
 
As Músicas Mais Marcantes do Cinema: “ Flashdance”
 
 
"Flashdance ... What a Feeling" é uma canção do filme Flashdance de 1983, escrita por Giorgio Moroder, Keith Forsey e Irene Cara, e interpretada por Irene Cara. Apesar do título, a palavra "Flashdance" não é citada na letra, no entanto, no trecho "In a flash, it takes hold of my heart" refere-se ao título do filme. As faixas de apoio instrumental da canção fazem uso extensivo de sintetizadores.
 
Além de atingir a primeira posição na tabela musical Billboard Hot 100, tornou-se o único single número 1 de Irene Cara, ganhando um disco de platina em 1983. "Flashdance ... What a Feeling" foi premiado com o Oscar de Melhor Canção Original e o Globo de Ouro de Melhor Canção Original em 1984.
 
 
Grande abraço e até semana que vem.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes