28 de junho de 2012

Infância Feliz

Google Imagens
Em rodas de conversas, quando o papo remete a alguma lembrança da infância, recordações aparecem aos montes, em sua maioria com sorrisos e muitas saudades. Brincadeiras lúdicas de rua passa anel, queima entre outras, brinquedos, comerciais, aventuras escolares e passeios com a família. Aquele velho carro do pai que atravessava quilômetros e hoje pensamos: como ele conseguia isso com aquele carro?

Por que pensar nisso? Porque hoje vejo uma infância completamente diferente, crianças abandonadas, que desde cedo precisam aprender a “se virar” sozinhas – não que a pobreza nunca tenha existido, mas a exploração cresceu e parece não ter mais fim. De outro lado, crianças que nasceram em famílias com melhores condições financeiras, possuem muito conforto material, mas sofrem pela ausência de seus pais que dedicam a vida ao trabalho, para manterem o alto padrão e se esquecem que seus filhos também precisam de apoio emocional para tornarem-se adultos equilibrados.

Esses jovens, pobres ou ricos, costumam não ter limites. Não aprendem princípios básicos para conviver em sociedade, como respeito e ética. É comum vermos jovens afrontando qualquer pessoa que lhes desagrada, seja por um motivo sério e banal. Em sala de aula, essa situação tornou-se cotidiana, os professores do posto de educadores passaram a vítimas de seus alunos que não querem estudar, que apenas querem mostrar que são mais fortes e que ninguém “pode com eles”. Esse cotidiano de desrespeito continua evoluindo, afrontar apenas a autoridade dos professores e funcionários não basta mais, agora também esse desrespeito é distribuído entre os pares. Alunos agridem alunos de maneira revoltante e os colegas filmam tudo e colocam na internet, não após divertirem-se com a briga.

Tenho muito receio das lembranças que meus sobrinhos e seus amigos terão de sua infância. Sentirão saudades dos tempos de escola, das brincadeiras com amigos e reuniões de família? Poderão dizer um dia: “fui uma criança feliz!”. E seus filhos poderão?


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes