21 de maio de 2012

Segunda Saudável: Lima-da-Pérsia

Google Imagens
Não devem ser raros os casos de pessoas que abrem a fruta acreditando tratar-se de uma laranja e que, surpresas após atravessar a fina casca, encontram uma polpa esbranquiçada, de textura entre macia e firme. Ao decidirem prová-la, no entanto, sentem logo um sabor diferente, nem doce nem ácido, porém mais amargo do que o da familiar laranja. Logo descobrem que não se trata de uma laranja propriamente, mas que estão diante de uma autêntica lima-da-pérsia.

Se por fora a fruta é bastante semelhante a uma laranja, as características distintivas da lima-da-pérsia são justamente a palidez e o amargor, sobretudo na carne de gomos esbranquiçados que separa a polpa da casca, também mais clara do que a da laranja.

Embora pouco frequente no Brasil, concentrando-se a produção da fruta no norte do estado de São Paulo, a lima-da-pérsia, conhecida ainda como de lima-doce – em oposição à lima ácida, que corresponde ao nosso limão-taiti – é bastante conhecida dos brasileiros.

O suco de lima é prezado por suas diversas qualidades, sendo muito apreciado e utilizado na medicina popular como auxiliar da digestão. Tendo propriedades diuréticas, acredita-se que esse suco seja bom, também, no tratamento de feridas gástricas, além de ter a reputação de combater o raquitismo. Diz-se, ainda, que o chá feito a partir da casca fervida, quando tomado regularmente após as refeições, ajuda a prevenir as palpitações cardíacas. Pode-se dizer, assim, que palidez e amargor encontram-se apenas em seu aspecto e sabor, não em seu espírito saudável.

Com a lima-da-pérsia, de sabor bastante apreciável e delicado, além do suco, preparam-se doces e geléias, sem falar das cada vez mais apreciadas caipirinhas de cachaça ou de vodca, em que a fruta aos pedaços é esmagada com açúcar branco.

Sempre com grande aproveitamento do fruto, já que mais de 50% do seu peso é constituído de puro suco fresco.

E a limeira-da-pérsia, árvore de porte médio, semelhante a uma laranjeira de flores maiores, ainda esbanja beleza e alta produtividade: em época de frutificação, geralmente no inverno, a copa da árvore fica carregadíssimo de frutos de tom amarelo pálido, arredondados e brilhantes. Resistente, a árvore onde frutifica a lima-da-pérsia está entre as mais rústicas da família das Rutáceas, sucumbindo apenas ao frio e às geadas.

Quanto à origem, o próprio nome já diz. No entanto, chama a atenção o fato de que, embora boa parte dos frutos cítricos seja proveniente da região do sul da Ásia, onde se localiza a Pérsia, tenha sido ela a única fruta a receber um qualificativo de origem: lima-da-pérsia.

Entre os benefícios da fruta merecem destaque a quantidade de sais minerais, como cálcio e potássio. Possui também, um alto índice de vitamina C e atua como desintoxicante natural.

Além da saúde, a lima-da-pérsia é uma poderosa aliada da beleza. Hoje em dia, existem óleos de banho e bálsamos à base da fruta. Esses produtos ajudam a hidratar a pele e combatem as ações dos raios UV.

Dica: o suco da lima-da-pérsia deve ser tomado imediatamente após o seu preparo porque ele amarga em poucos minutos.

Fonte: Poder das Frutas / Wikipédia

Artista da semana... Lulu Santos!


Luiz Maurício Pragana dos Santos (Rio de Janeiro, 4 de maio de 1953), simplesmente conhecido como Lulu Santos, é cantor, compositor e guitarrista brasileiro. Filho de pai militar, começou a tocar aos doze anos de idade, formando uma banda inspirada nos Beatles chamada de Cave Man. Contrariando o desejo de seu pai, de que também se tornasse militar, foge de casa antes de completar o colegial, percorrendo o Brasil com hippies. Aos dezenove anos tocava no grupo Veludo Elétrico com Fernando Gama e Paul de Castro. Um ano depois, Lulu e Lobão formam a banda Vímana, da qual saiu por não concordar com os rumos que a banda acabou seguindo. Após trabalhar como músico freelancer, Lulu Santos resolveu seguir carreira solo.

Antes de virar músico trabalhou como colunista em revistas como a Som Tres escrevendo comentários sobre os álbuns da época.

Em 1981, assinou com a gravadora WEA e assumiu o nome de Lulu Santos, gravando "Tesouros da Juventude" em parceria com o jornalista Nelson Motta. Seguiram-se outras músicas de sucesso: em 1982 "Tempos Modernos","O Ritmo do Momento" (1983), "O Último Romântico" (1984) (cujo arranjo músical foi fortemente influenciado por uma música de George Harrison, "Greece", do álbum Gone Troppo de 1982), "Tudo Azul" (1984) "Normal" (1985), "Lulu" (1986) e "Toda Forma de Amor" (1988).

Em 1985, Lulu participa, com êxito, do Rock in Rio e dois anos depois é premiado com o disco de platina. O cantor recusa o prêmio na cerimônia de entrega por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias. Entrou em um período de crise à seguir, quando tentou aproximar o pop com os ritmos brasileiros, através dos trabalhos Popsambalanço e Outras Levadas, Honolulu e Mondo Cane. Mas, a parceria com o DJ Memê, iniciada na seqüência, alavancou novamente sua carreira com discos como Assim Caminha a Humanidade (1994), no qual a faixa-titulo se tornou tema de abertura do seriado Malhação entre 1995 e 1999. Com o gênero disco trabalhou com o produtor Marcelo Mansur em Eu e Memê, Memê e Eu (1995). Seguiram-se Anticiclone Tropical (1996), Liga Lá assumindo a produção, e o álbum foi mestrado pelo tropicalista Rogério Duprá em (1997), Calendário (1999) e o Acústico MTV (2000) em dois volumes.

Em 2002 lança o disco Programa. Em 2003, foi lançado Bugalu novamente em parceria com o Dj Memê, em 2004 é lançado o MTV ao Vivo. No ano de 2005 como lançamento de seu disco, segue Letra e Música, com a turnê Popstar. Em 2007 Longplay, onde ficou 3 anos em turnê pelo Brasil e outros países, o show foi visto por mais de 5 milhões de pessoas, acompanhado de uma super banda e se utilizando do que há de mais moderno em tecnologia com paredes de led, iluminação e projeções feitas especialmente para o show, com clipes interativos. No final de 2009 flerta com o samba novamente no álbum Singular recheado de canções pop no melhor estilo que o consagrou. Em meados de 2010, em comemoração aos seus 30 anos de carreira solo, aos 20 anos da MTV Brasil e aos 10 anos da gravação do seu primeiro Acústico MTV, lulu lança o seu Acústico MTV Vol. 2.

Foi casado por 28 anos com a jornalista Scarlete Moon, a qual conheceu em uma festa na casa de Caetano Veloso. Lulu Nunca teve filhos.

Lulu já vendeu mais de 7 milhões de discos.

Curtam agora uma das minha favoritas,”A cura”.Grande abraço e até semana que vem.

Long Live, Rock’n Roll \o/


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta nossa Fanpage!

Receber Receitas

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Visitantes